Trump quer executar traficantes de drogas

Foto23 Donald Trump  1024x771 Trump quer executar traficantes de drogas
Ele sempre brinca sobre matar traficantes de drogas. Trump diz, “você sabia que os chineses e filipinos não têm problemas com drogas. Eles simplesmente os matam”

O Presidente teria elogiado o regime de tolerância zero no combate ao tráfico de drogas na China e Filipinas

Em Singapura, a pena de morte é mandatória para os crimes envolvendo o tráfico de drogas e o Presidente Donald Trump parece gostar da ideia. Há vários meses, ele vem dizendo aos amigos que a política do país asiático de executar os traficantes de drogas é a razão pela qual o consumo de drogas lá é tão baixo.

“Ele fala muito sobre isso”, disse uma fonte que conversou com Trump sobre o assunto. “Ele diz, ‘quando eu perguntei ao primeiro ministro de Singapura se eles tinham problemas com drogas (ele respondeu). Não. Pena de morte”.

Ele sempre brinca sobre matar traficantes de drogas. Trump diz, “você sabia que os chineses e filipinos não têm problemas com drogas. Eles simplesmente os matam”. As informações são do website de notícias Axios.

Entretanto, o Presidente pare não somente brincar sobre isso. Segundo cinco fontes que conversaram com ele sobre o tema, Trump fala entusiasmado sobre como os traficantes de drogas são tão maus como assassinos em série e, portanto, deveriam ser condenados à pena de morte. Ele disse aos seus confidentes que uma abordagem suave na reforma das leis de combate às drogas, aquela que demonstra compaixão com os criminosos e concede-lhes penas mais brandas; nunca funcionará. Ele diz aos amigos e associados que o governo deve ensinar asa crianças que elas morrerão se consumirem drogas e as autoridades devem fazer com que os traficantes de drogas temam por suas vidas.

Trump acrescentou que adoraria uma lei que executasse todos os traficantes nos EUA, embora tenha admitido que seria quase impossível a aprovação de uma lei tão dura no país devido ao sistema americano.

Kellyanne Conway, que lidera os esforços da Casa Branca no combate às drogas, alegou que a posição do Presidente tem mais nuances. Ela argumentou que ele se refere aos traficantes que lidam com grande quantidade de drogas que são responsáveis pela morte de milhares de pessoas. Conway acrescentou que alguns estados executam criminosos por matarem uma pessoa, entretanto, um traficante que vende uma quantidade mínima de fentanyl na comunidade pode provocar mortes em massa num único final de semana, geralmente com impunidade.

Trump tende a apoiar o projeto de lei que exige a pena mínima de 5 anos para os traficantes que portarem o mínimo de 2 gramas de fentanyl. Atualmente, um indivíduo deve portar o mínimo de 40 gramas para ativar a pena mandatória de 5 anos. O Departamento de Controle de Drogas (DEA) calcula que apenas 2 miligramas de fentanyl sejam suficientes para matar alguém.

O fentanyl é um derivado sintético do ópio e grande parte dele é fabricada em laboratórios chineses. Ele pode ser fatal em doses extremamente pequenas. Entre os 64 mil que morreram de overdose de drogas em 2016, mais de 20 mil sofreram overdoses provocadas por derivados do ópio, como o fentanyl, segundo o Instituto Nacional do Abuso de Drogas.

“Há uma vontade entre muitos órgãos de segurança, profissionais de saúde e famílias de luto que nós devamos endurecer as leis e sentenças para alcançar a nova realidade de drogas como o fentanyl, que é tão letal em doses tão pequenas”, disse ela.

“O Presidente distingue entre aqueles que ficam detidos por crimes não sérios relacionados às drogas e líderes do narcotráfico que distribuem milhares de doses letais de fentanyl nas comunidades e que são responsáveis por inúmeras mortes num único fim de semana”, concluiu.

Conway e a primeira dama, Melania Trump, têm demonstrado grande interesse nas políticas da administração no combate às drogas, apoiando a melhor educação e prevenção contra as drogas nas escolas.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend