Ex-xerife Joe Arpaio quer deportação de Dreamers

Foto5 Joe Arpaio Ex xerife Joe Arpaio quer deportação de Dreamers
“Quando encontrarmos essas crianças; alguns são mais velhos que simples crianças, então, deportem eles”, disse Arpaio0

Joe Arpaio disse que os jovens indocumentados deveriam retornar “ao país de onde vieram”

O ex-xerife do Condado de Maricopa, Arizona, Joe Arpaio acha que os jovens beneficiados pelo programa Deferred Action for Childhood Arrivals (DACA) devem ser deportados.

“Deporte-os”, disse Arpaio no programa “Morning Edition” do NPR, durante uma entrevista na manhã de quinta-feira (11). “Quando encontrarmos essas crianças; alguns são mais velhos que simples crianças, então, deportem eles. Você os deporta de volta ao país de onde eles vieram”.

Arpaio acrescentou que os beneficiários do DACA foram educados nos EUA e, portanto, podem ser “bons embaixadores dos Estados Unidos em seus países”.

“Esta é simplesmente a minha ideia”, comentou durante a entrevista. No início da semana, ele anunciou que concorrerá ao Senado no Arizona.

O ex-xerife conquistou popularidade entre os oponentes à imigração durante o tempo em que atuou no Condado de Maricopa, representando a jurisdição de Phoenix. Ano passado, o Presidente Donald Trump concedeu clemência a Arpaio, depois que ele foi condenado por ter desobedecido a uma ordem judicial relacionada a casos envolvendo preconceito racial na região.

Os comentários de Arpaio sobre o DACA foi feito depois de uma reunião na Casa Branca, na terça-feira (9), com legisladores de ambos os partidos. Durante o encontro, Trump surpreendeu republicanos e democratas ao oferecer apoio a um acordo migratório amplo.

O Presidente busca um acordo que permita que os imigrantes indocumentados trazidos aos EUA ainda na infância e agora protegidos pelo DACA permaneçam no país. Além disso, ele também planeja aumentar a segurança nas fronteiras, mudanças na imigração baseada em laços familiares e o cancelamento da loteria do green card.

Em 2017, trump anunciou que estava cancelando o DACA, concedendo 6 meses de prazo para que o Congresso vote numa solução. Na terça-feira (9), um juiz federal em San Francisco (CA) bloqueou temporariamente a decisão de Trump. O magistrado William Alsup determinou que o programa deverá permanecer vigorando até o desfecho da ação judicial apresentada contra o Presidente.

Related posts

Comentários

Send this to a friend