Exclusiva: Clayton & Romário concedem entrevista ao BV

Foto9 Clayton e Romario Exclusiva: Clayton & Romário concedem entrevista ao BV
Os goianos Clayton & Romário se apresentarão na virada do ano em New Jersey

A dupla será atração principal na tradicional festa de Réveillon organizada pelo restaurante Delícias de Minas

Na tarde de quinta-feira (28), os irmãos Clayton e Romário visitaram a redação do jornal Brazilian Voice e concederam entrevista exclusiva à equipe de reportagem. A dupla de cantores sertanejos será atração principal na tradicional festa de Réveillon organizada pelo restaurante Delícias de Minas, em Newark. Durante a conversa, os irmãos abordaram o início da carreira, as principais influências musicais, a mudança de Goiânia (GO) para Belo Horizonte (MG), as apresentações no exterior, trabalhos e projetos novos e a experiência de retornar pela 4ª vez à cidade de Newark, onde conquistaram fãs e fizeram amizades.

“Nós somos de Goiânia, Goiás, e atualmente moramos em Belo Horizonte (MG). Eu já viajava sozinho e meu pai me acompanhava, então, começou da parte dele (Romário) o interesse em viajar; de não ficar em casa. Ele sempre ficava em casa com a minha mãe, daí, até ele poder ir, teria que participar”, lembrou Clayton.

“O Clayton me incentivou muito e o meu pai também me incentivou bastante. Já tem 17 anos que nós estamos juntos”, acrescentou Romário.

. “A música nos escolheu” – Romário

Nascidos em uma família relativamente musical, os irmãos relataram que os avós não eram profissionais, mas costumavam cantar. “O meu pai, até para bater palmas é desafinado (risos) e nós temos uma irmãzinha, de 15 anos, que canta muito bem, mas eu falo que a música; ela nos escolheu. Desde criança, o Clayton sempre cantou afinado e logo me juntei a ele; a música escolheu a gente”, lembrou Romário.

O fato de terem nascido e sido criados em Goiás, um estado com tradição sertaneja forte, influenciou profundamente o estilo de música que os jovens cantariam. “A gente sempre gostou muito de Chitãozinho & Xororó, Zezé de Camargo & Luciano, Leonardo, são esses os troféus que temos. Essa foi a época em que a gente começou a se descobrir mesmo. Nós gostamos de muitos artistas e hoje a música sertaneja mudou muito, está muito mudada, mas continuamos gostando, por mais que tenhamos que trabalhar, o povo pede, ainda gostamos muito do sertanejo mais antigo”, disse Clayton.

. Mudança para Minas Gerais:

A mudança da dupla para a capital mineira ocorreu devido a dois fatores inusitados: A necessidade de expandir o mercado de atuação e uma apresentação em Guarapari, também conhecida como a “praia dos mineiros”, no litoral capixaba. “Goiânia tinha ficado pequena e estava muito difícil a época em que estávamos lá”, relatou Romário.

“Nós já tínhamos tocado em todas as boates e bares locais, mas não havíamos nos destacado; na realidade, durante certo tempo a região não tinha destacado ninguém, então, nossos olhos se voltaram para Minas Gerais”, acrescentou Clayton.

Graças ao apoio do pai, que tinha parentes morando na cidade, e a conquista de novos fãs, Clayton e Romário iniciaram uma trajetória de sucesso em Belo Horizonte. “A gente foi um pouco com medo, nós não sabíamos muito, pois, na nossa mente, praia era coisa mais de axé, Bahia, entretanto, tinham muitos mineiros e eles nos abraçaram. Depois, nós falamos, vamos passar em Belo Horizonte, sentir como é que é. O meu pai tem uns parentes lá e nós ficamos tipo uns dois meses. Nós íamos aos lugares, dávamos canja, participávamos e as portas começaram a abrir”, relatou Clayton.

“Foi bom demais, graças a Deus”, acrescentou Romário. “Já tem quase 12 anos que nós estamos lá”.

. Shows nos EUA:

Esta será a 4ª vez que Clayton e Romário se apresentam nos EUA e eles destacam o carinho que têm recebido dos fãs. “Existe um amor muito grande pelo país e das pessoas. Essa é a quarta vez que a gente vem e aproveitamos para fazer shows, passear e nós temos famílias que sempre nos recebem bem. Nós já fizemos grandes amigos aqui”, disse Clayton.

“Todo final de ano, finalzinho de ano, é uma parte da agenda que para nós é ótima, pois a gente vem, canta, revê as pessoas, os amigos, as famílias que estão aqui, então, ficamos sempre muito felizes de vir aqui”, comentou Romário. “Para a gente é sempre um aprendizado”.

. Planos para 2018:

Para a alegria dos fãs, a dupla adiantou que tem agendada a gravação de um CD em fevereiro de 2018. “Nós estamos preparando um CD agora para fevereiro. Assim que a gente voltar (ao Brasil) gravaremos esse trabalho novo e DVD. Ele será em BH (Belo Horizonte), onde o nosso trabalho é mais forte”, disse Clayton, frisando que um dos ápices da carreira foi a gravação do primeiro CD.

“Acho que naquele momento (do 1º CD) percebemos que era um momento especial, o ápice na carreira e a gente está botando muita fé nesse trabalho agora, vai ter muita coisa boa”, acrescentou.

. Recado aos fãs:

Começando 2018 com o pé direito, Clayton e Romário deixaram um recado aos fãs nos EUA e aqueles que estarão no Réveillon do Delícias de Minas. “Vamos fazer um grande show para a galera e trazer muita alegria. Queremos convidar todo mundo para estar com a gente no dia 31, no Museu do Automóvel”, disse Clayton.

“Queremos agradecer todas as pessoas que nos recebem com tanto carinho aqui, nós nos sentimos em casa, amamos estar aqui. Esse é o quarto ano que a gente vem e, se Deus quiser, ainda haverão muitos anos para compartilhar essa energia tão boa dos brasileiros aqui”, disse Romário.

“Gente, agradecendo a vocês, como o Romário falou, obrigado pelo carinho, sempre, e a gente espera vocês no Museu do Automóvel no dia 31 para fazermos aquela super festa que nós brasileiros sabemos fazer muito bem”, concluiu Clayton.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend