Família faz campanha para filha com condição genética rara

Foto2 Carolina Fenner e Luna Família faz campanha para filha com condição genética rara
Carolina Fenner não poderá trabalhar pelo período de aproximadamente 2 anos, enquanto acompanha o tratamento da filha, Luna (Foto: GoFundMe.com)
Foto2 Luna Família faz campanha para filha com condição genética rara
Luna foi diagnosticada com “Nevo Melanocitico Congênito”, portanto, precisa ser submetida à uma série de cirurgias (Foto: GoFundMe.com)

Luna, de pouco mais de 1 mês, foi diagnosticada com “Nevo Melanocitico Congênito”, que atinge 1.5% da população mundial

Em 7 de março, a brasileira Carolina Fenner, moradora na Flórida, deu à luz a uma linda e saudável menina, que recebeu o nome de Luna. Entretanto, o bebê nasceu com uma condição rara conhecida como “Nevo Melanocitico Congênito”. A condição consiste em um tumor benigno formado por células pigmentares, presente desde o nascimento. De acordo com o seu tipo, é conhecido popularmente como pinta, verruga ou sinal. Este tipo de nevo é resultado de uma mutação genética, não hereditária, que surge após a formação do embrião, sendo uma falha da migração dos melanócitos da crista neural para a pele. Os melanócitos acometidos pela mutação, que deveriam difundir-se uniformemente por toda a extensão da pele, acabam concentrando-se somente em uma área da pele, originando os nevos. Já as células pigmentares que não foram afetadas pela mutação, migram normalmente por toda a pele.

. Campanha beneficente:

Em virtude disso, a internauta Clarissa Gudolle, moradora em Pompano Beach (FL), iniciou no GoFundMe.com, na segunda-feira (1), a campanha beneficente: https://www.gofundme.com/fpxnw-help-luna?utm_source=facebook&utm_medium=social&utm_campaign=fb_dn_cpgntopstickysmall_r; cujo objetivo é angariar US$ 48 mil. O dinheiro arrecadado será utilizado para custear as despesas relacionadas a serie de cirurgias que Luna será submetida no período de 2 anos para a extração da concentração das células pigmentares em seu rosto. Até à tarde de quarta-feira (17), haviam sido angariados US$ 7.220.

“Pessoal, para quem ainda não conhece a história da Luna, ela nasceu no dia 7 de março com uma doença rara que atinge 1,5% da população mundial e se chama ‘Nevo Melanocítico Congênito’. Para reduzir os riscos de se tornar um melanoma (câncer maligno), a mãe, Carolina Fenner, optou por realizar as diversas cirurgias plásticas e tratamentos necessários, porém, para isso, (ela) não tem como voltar a trabalhar nos próximos 2 anos, tempo crítico que a Luna precisará de acompanhamento e cuidados especiais. Além das contas fixas como casa, carro, telefone… outras contas virão como passagens, estadias e alimentação, pois as cirurgias e tratamentos serão realizados em outros Estados. Isso contando que o MedicAid dela irá cobrir as cirurgias, que passarão de US$ 500 mil. Estamos nos mobilizando para ajudar essa mãe desesperada nessa batalha! E qualquer ajuda é muito bem vinda!!!!!” Postou Clarissa no GoFundMe.com.

Related posts

Comentários

Send this to a friend