Filadélfia vence injunção contra lei de combate às cidades-santuário

Foto20 Michael Baylson Filadélfia vence injunção contra lei de combate às cidades santuário
O Juiz Baylson citou na decisão de 128 páginas que a Filadélfia provou que sofreria dano irreparável caso as autoridades federais não repassem as verbas

A cidade provou judicialmente que sofreria “dano irreparável”, caso não receba verba federal

Na quarta-feira (15), um juiz federal concedeu à Filadélfia uma injunção contra a administração Trump, impedindo que o Departamento de Justiça (DOJ) suspenda a concessão de verbas federais às cidades-santuário. O Procurador Geral Jeff Sessions anunciou no início de 2017 que o DOJ não repassaria fundos às cidades; a menos que elas colaborassem com as autoridades migratórias na denúncia e detenção de imigrantes indocumentados.

O Juiz Distrital Michael Baylson citou na decisão de 128 páginas que a Filadélfia provou que sofreria dano irreparável caso as autoridades federais não repassem as verbas, segundo o The Inquirer. Uma parte da verba seria utilizada para comprar o antídoto Naloxone; crucial para o tratamento de overdoses causadas por derivados do ópio.

A decisão de Baylson ocorreu duas semanas depois que ele declarou em Corte que a Filadélfia estava, na maior parte, acatando as ordens federais. Tal decisão é similar a emitida em setembro por um juiz em Chicago.

Mais de US$ 1 milhão estava em risco para a Filadélfia, parte do Edward Byrne Memorial Justice Assistance Grant Program. Nova York espera receber do mesmo programa a quantia de US$ 4.3 milhões, que foi batizado em homenagem a um policial do Departamento de Polícia de Nova York enquanto protegia um imigrante que era testemunha contra traficantes de drogas.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend