Filme “Sequestrada” aborda a devastação na Amazônia e estreia nos EUA

Foto11 Filme Sequestrada Filme “Sequestrada” aborda a devastação na Amazônia e estreia nos EUA
“Sequestrada” relata a estória de Kamodjara e seu pai, Cristiano, membros da Arara, uma tribo indígena da Amazônia e foi filmado no Brasil (Foto: Divulgação)

Em 9 de dezembro, a obra foi exibida no Dirksen Senate Building, em Washington-DC, seguida de conversa com cineastas

 A Outsider Pictures e Strand Releasing anunciam o lançamento do filme “Sequestrada” no VOD, a estreia da produtora e especialista em mudança climática Sabrina McCormick, co-dirigida por Soopum Sohn, estrelado e produzido por Tim Blake Nelson (A Balada de Buster Scruggs) e também estrelado por Gretchen Mol (Império do calçadão). O thriller ambiental aborda a devastação da Amazônia brasileira e foi disponibilizado nas plataformas digitais desde 17 de dezembro.

“Sequestrada” relata a estória de Kamodjara e seu pai, Cristiano, membros da Arara, uma tribo indígena da Amazônia. Quando eles deixam sua reserva para protestar contra uma barragem que deslocará seu povo, Kamodjara é separada de sua família e sequestrada por traficantes.

Roberto, um burocrata da reserva indígena que supervisiona um relatório que pode mudar tudo, sofre pressão para apoiar a construção da barragem. Thomas, um investidor americano, viaja ao Brasil para influenciar a opinião de Roberto. O filme conta a história de como essas três vidas se entrelaçam em um cenário de geopolítica e desastre ambiental.

A obra foi filmada no Brasil e é baseada no evento da vida real da construção da barragem de Belo Monte, que está desalojando a tribo Arara; que vive ao longo do rio Amazonas por inúmeras gerações. O filme, que teve sua estreia mundial no Festival de Cinema de Pequim, incorpora habilmente as experiências de atores não profissionais locais para contar uma história local emocionante de consequências globais.

Em 9 de dezembro, o filme foi exibido no Dirksen Senate Building, em Washington, DC. A exibição foi seguida de conversa com os cineastas e moderada por Melissa Stevens, diretora executiva do Milken Institute Center for Strategic Philanthropy.

Sabrina McCormick (roteirista e diretora) foi produtora e produtora associada em segmentos da série Showtime, The Years of Living Dangerously, que ganhou o Emmy de Melhor Série de Documentários em 2014. Seu primeiro documentário premiado, No Family History (2009), acompanhou a publicação de seu primeiro livro com o mesmo título que relata uma mulher com câncer de mama lutando para descobrir o que causou sua doença. Financiada pela National Science Foundation, ela co-dirigiu After the Cap, o único documentário interativo sobre o derramamento de óleo da Deepwater Horizon. Seus curtas narrativos, A Good Egg e FracKtured, foram vistos em festivais em todo o país. Ela é professora associada da George Washington University.

Já Soopum Sohn (co-roteirista e co-diretor) é um roteirista/diretor e diretor de fotografia coreano-americano, cujos trabalhos de curta e longa-metragem foram apresentados no Festival de Cannes, no Museu de Arte Moderna e no Festival Internacional de Cinema de Busan. Seu curta, Island to Island, recebeu um prêmio da Academia de Estudantes. Ele ensina Cinema como professor convidado na Universidade de Long Island (NY).

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend