Foragido da justiça nos EUA é preso no Brasil

Foto19 Marcia Janine 1024x576 Foragido da justiça nos EUA é preso no Brasil
Hugo Belmino Garcez foi identificado e preso em Aquiraz (CE), explicou a delegada Márcia Janine (foto)
Foto19 Aquiraz CE 1024x768 Foragido da justiça nos EUA é preso no Brasil
O foragido Hugo Belmino Garcez foi preso no balneário de Aquiraz (detalhe)

Hugo Belmino Garcez é acusado de tentar realizar um saque de US$ 2 milhões num casino em Las Vegas (NV)

Na segunda-feira (6), Hugo Belmino Garcez, procurado pela Polícia Internacional (Interpol), foi preso na cidade de Arquiraz, na região metropolitana de Fortaleza (CE). Ele estava foragido e é acusado de tentar realizar um saque de US$ 2 milhões em um casino em Las Vegas (NV) e de aplicar vários golpes utilizando cartões de crédito.

A delegada Márcia Janine explicou que Hugo fazia parte de um grupo de pessoas que levam uma vida luxuosa e teria viajado ao Brasil para continuar a aplicar golpes simplesmente “por diversão”. Ele estava em liberdade condicional nos Estados Unidos e foi liberado depois de ter pagado fiança ano passado. Garcez teria fugido do país passando clandestinamente pela fronteira com o México, viajando ao Ceará em 2 de novembro com o objetivo de aplicar mais golpes no estado. O grupo teria financiado de forma ilegal a hospedagem do foragido, o que levou à prisão do suspeito.

“Quando o Hugo e os amigos chegaram e se hospedaram na rede hoteleira, nós passamos a monitorar o movimento deles, a questão de sua situação e identificamos que entre eles havia o Hugo que, embora no âmbito nacional não houvesse antecedentes negativos, havia uma situação de prisão já realizada nos Estados Unidos”, detalhou Márcia ao site G1.

A polícia americana emitiu um mandado de prisão contra Hugo por ele ter feito parte de um grupo de 20 brasileiros, que também foram presos na ocasião, quando tentavam efetuar um saque fraudulento no valor de US$ 2 milhões num casino em Las Vegas. Ele pagou fiança, mas não poderia ter saído do país, pois aguardava julgamento. No momento da prisão no Ceará, ele estava acompanhado de 7 indivíduos, que também estão sendo investigados pela polícia brasileira, porém, como não possuem antecedentes criminais, foram ouvidas e liberadas. Hugo continua detido na cidade de Aquiraz.

Conforme as autoridades, o foragido levava uma vida de luxo financiada com os golpes aplicados. “Eles são bon vivant, são pessoas muito jovens, com condição de vida bem razoável, alguns têm um padrão até mais confortável. Eles tanto utilizam o ardil dos golpes para captar recursos quanto para se beneficiar em diversão. Eles vieram ao Ceará se divertir”, acrescentou a delegada.

Durante a prisão, a polícia brasileira confiscou aparelhos celulares e computadores, que serão periciados como parte da investigação.

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend