Foto gigante na fronteira incita debate migratório

Foto18 Foto gigante na fronteira Foto gigante na fronteira incita debate migratório
A fotografia de 65 pés (20 metros) de altura tem atraído um fluxo contínuo de visitantes de ambos os lados da fronteira

A obra foi instalada na mesma semana em que Trump anunciou o fim do DACA

A foto gigante de uma criança olhando sobre uma cerca de aço na divisa da fronteira entre os EUA e o México. O menino parece segurar a estrutura com os dedos, dando a impressão de que a cerca poderia ser derrubada facilmente com um simples empurrão. Um artista francês, conhecido pelas iniciais “JR”, instalou a obra de 65 pés (20 metros) de altura e o objetivo é motivar a discussão sobre imigração.

Na sexta-feira (8), um fluxo contínuo de pessoas dirigiu até a região remota onde está a instalada a obra, próxima à Alfândega de Tecate, a aproximadamente 40 milhas de San Diego (CA). Agentes da Patrulha da Fronteira (BP) alertaram os visitantes para deixar as estradas livres para a circulação de viaturas e a não passar nada através da cerca.

Elmond Davantes, engenheiro de software e morador em Carlsbad (CA), tirou fotos do lado americano. “Isso é maior que a vida”, disse ele. “Ela (fotografia) simplesmente chama a atenção para todo o tema de forma positiva”.

No lado mexicano, famílias subiram um morro para tirarem “selfies” com a obra ao fundo. Crianças em uniforme escolar brincaram embaixo do andaime que apoia a fotografia gigante. Pessoas dos dois lados da fronteira acenavam para as outras.

Salma Montoya, uma estudante de 18 anos em Tecate, disse que a cidade dela não fala em outra coisa. “É bonita”, comentou a jovem.

JR tem instalado fotografias gigantes pelo mundo, sendo a maioria das obras focada nos imigrantes. Na quarta-feira (6), o artista disse aos repórteres durante a inauguração da obra que se inspirou em um sonho que teve de uma criança olhando a cerca na fronteira.

“Quando eu acordei, eu pensei: Ele está pensando em que?”, explicou. “Nós (adultos) sabemos todas as implicações, o que isso representa, como isso divide, mas para uma criança, eu não tive a resposta”.

Um ano depois, quando JR escolhia o lugar ideal para o projeto artístico, ele viu uma casa em Tecate próximo à cerca na fronteira. Ele e um amigo mexicano bateram à porta para pesquisar a possibilidade de instalar a obra no local. Quando iam embora de carro, o artista se deu conta que o menino de 1 ano que não parava de olhar para eles era parecido com a criança no sonho. JR e o amigo imediatamente voltaram à casa. Ele perguntou à mãe se poderia fotografar o filho dela. Ela concordou.

A obra foi inaugurada na mesma semana em que o Presidente Donald Trump informou que cancelará o programa “Deferred Action for Childhood Arrivals” (DCA), que protege da deportação os jovens indocumentados que imigraram aos EUA ainda na infância. Além disso, a administração atual aceitou mais propostas para a construção de um muro nas 2 mil milhas de fronteira com o país vizinho.

JR disse que não pretendia que o projeto em Tecate coincidisse com as últimas notícias sobre o DACA. “Agora, como artista, penso que é maravilhoso que a obra tenha sido instalada num momento em que ela pode criar mais diálogo”, comentou. “Pois, a ideia é criar mais questionamentos”.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend