Homem admite subornar carteiros para roubar cartões de crédito

Foto32 Caixa postal Homem admite subornar carteiros para roubar cartões de crédito
Moussa Dagno é acusado de subornar carteiros, fraude bancária e roubo de identidade com agravantes

Moussa Dagno, residente em Harrison, pagou aos 4 carteiros US$ 100 por cada cartão que elas roubavam

Na segunda-feira (8), Moussa Dagno, de 24 anos, morador em Harrison, admitiu ter subornado carteiros para roubar cartões de crédito e débito para comprar roupas e aparatos eletrônicos caros. Ele é acusado de subornar carteiros, fraude bancária e roubo de identidade com agravantes, informou a Procuradoria Pública de New Jersey.

O réu poderá ser condenado a até 15 anos de detenção numa penitenciária federal em decorrência das acusações de suborno e 30 anos por fraude bancária, quando for sentenciado em 17 de julho. O roubo de identidade com agravantes pode acarretar em até 2 anos de prisão.

Dango pagou a 4 carteiros US$ 100 por cada cartão que eles roubavam. Ele então os ativava fingindo ser o portador verdadeiro, entre junho de 2017 e fevereiro de 2018. Quando as autoridades vasculharam a residência do réu, foram encontrados 6 computadores Mac Book Pro, 1 iPhone e outros itens avaliados em US$ 84,573.40, segundo documentos apresentados na Corte.

Os carteiros Zenobia Gilmer, Ayesha Trotz e Kyanne Costley, que tinham rotas postais em North Arlington, East Orange e Elizabeth, respectivamente, todas admitiram terem roubado cartões das correspondências. Jennel Williams, ex-atendente no escritório do Serviço Postal em Newark, também admitiu ter feito parte do sistema. Costley também tinha rotas postais em Roselle Park, Roselle e Hillside, segundo documentos.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend