Homem de NJ é preso com gasolina na Catedral St. Patrick

Foto7 Marc Lamparello Homem de NJ é preso com gasolina na Catedral St. Patrick
Marc Lamparello alegou que “cortava caminho” passando por dentro da igreja para chegar a Madison Avenue
Foto7 Catedral de St. Patrick Homem de NJ é preso com gasolina na Catedral St. Patrick
A Catedral de St. Patrick foi construída em 1878 e na última reforma foi instalado sistema contra incêndio

Marc Lamparello foi detido com 2 galões com gasolina, 2 garrafas de acelerante e 2 isqueiros a gás

Na quarta-feira (17), um homem carregando 2 galões com gasolina, 2 garrafas de acelerante e 2 isqueiros a gás foi detido por seguranças quando entrava na Catedral St. Patrick, no coração de Manhattan (NY). O suspeito Marc Lamparello, de 37 anos, morador em Hasbrouck Heights (NJ), que possa estar emocionalmente perturbado, foi confrontado na entrada do prédio histórico, às 7:55 da noite, informaram as autoridades.

O incidente ocorreu 2 dias depois que um incêndio destruiu grande parte da Catedral de Notre Dame em Paris, França. A igreja foi construída há 850 anos, abrigou a coroação de Napoleão Bonaparte e é considerada patrimônio da humanidade.

Durante uma coletiva de imprensa, o comissário do Setor de Inteligência do Departamento de Polícia de Nova York (NYPD), John Miller, informou ser ainda cedo demais para determinar se o suspeito tentav

a cometer um ato de terror. Durante interrogatório, as explicações dadas por Lamparello foram inconsistentes. Ele disse que estacionou a caminhonete dele na 5ª Avenida, caminhou pela área durante um tempo, retornou ao veículo onde pegou contentores vermelhos que continham 4 galões de gasolina, além de uma saca plástica contendo 2 garrafas de acelerante e 2 isqueiros a gás.

“Quando ele entrava na Catedral, foi confrontado por um segurança do local que o perguntou para onde ele ia e que não podia entrar na Catedral carregando essas coisas”, relatou Miller. “Num determinado momento, um pouco de gasolina caiu no piso quando ele dava a volta”.

Dois agentes do Comando de Resposta à Situações Críticas o alcançaram, parando-o quando o suspeito caminhava ao longo da 5ª Avenida, no sentido a 50th St.

“A estória básica dele era que ele estava cortando caminho por dentro da Catedral na direção da Madison Avenue, pois havia acabado a gasolina do carro dele”, acrescentou. “Nós olhamos o veículo dele. O tanque tinha gasolina”.

Lamparello, que já tem passagem pela polícia, foi interrogado na delegacia Midtown North.

“É bastante difícil dizer quais eram as intenções dele. Entretanto, acho que a totalidade das circunstâncias, um indivíduo caminhando na direção de uma localização icônica como a Catedral de St. Patrick, carregando mais de 4 galões, 2 garrafas de acelerante e isqueiros é algo que nós temos muita preocupação”, comentou Miller.

Turistas ficaram espantados com a possibilidade de alguém querer pôr fogo na igreja. “Eu acho que há tanta hostilidade acontecendo que as pessoas estão cada vez mais sensíveis. As pessoas estão agindo emocionalmente”, disse Jennifer Henry, de 34 anos, natural da Califórnia. “Há mais problemas mentais ocorrendo nos Estados Unidos atualmente”.

“Talvez, ele viu o incêndio na França e pensou que poderia fazer o mesmo”, disse Jess Rath, de 29 anos, natural da Flórida. “Há tanto ódio puro, tanta raiva. Graças a Deus essa pessoa não conseguiu ir além. Isso é assustador”.

“Trata-se de uma versão contra a outra. As pessoas estão sendo estimuladas pelo ódio. Literalmente, estimuladas pelo ódio”, disse Mike Aluzzo, de 49 anos, também natural da Califórnia.

A Catedral de St. Patrick, construída em 1878, foi instalada com sistema de sprinkler durante a última reforma e o teto de madeira recebeu uma camada de material contra fogo.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend