ICE alimenta à força imigrantes em greve de fome no TX

Foto11 Imigrantes detidos em El Paso ICE alimenta à força imigrantes em greve de fome no TX
Alguns dos imigrantes grevistas estão detidos no Centro de Processamento de El Paso (detalhe)

Os grevistas estariam sendo alimentados através de sondas postas em seus narizes, um procedimento médico que pode ser doloroso

Autoridades federais de imigração (ICE) estão alimentando à força 6 imigrantes através de tubos nasais de plástico durante a greve de fome que durou 1 mês num centro de detenções no Texas. O órgão informou que 11 detentos do Centro de Processamento de El Paso recusaram alimentos, alguns por mais de 30 dias. Um advogado representando os  grevistas disse que quase 30 detentos naturais da Índia e Cuba se recusaram a comer e alguns agora estão tão fracos que não podem se levantar ou falar.

Outros 4 detidos estão em greve de fome em Miami, Phoenix, San Diego e San Francisco, disse a porta-voz da ICE, Leticia Zamarripa, na quarta-feira (30).

Os homens pararam de comer para protestar contra o abuso verbal e ameaças de deportação por parte dos guardas. Eles também estão inconformados com os longos períodos de detenção enquanto esperam por processos judiciais.

Em meados de janeiro, duas semanas depois de terem parado de comer, um juiz federal autorizou a alimentação forçada de alguns detidos em El Paso, disse Zamarripa. Ela acrescentou que o Centro de Processamento de El Paso “seguirá os padrões federais de atendimento”.

Autoridades do ICE dizem que monitoram de perto a ingestão de alimentos e água dos detidos em greve de fome para proteger sua saúde e segurança. Os homens com sondas nasais estão com hemorragias nasais persistentes e vomitam várias vezes ao dia, disse o indiano Amrit Singh, cujos 2 sobrinhos estão em greve de fome há cerca de um mês.

“Eles não estão bem. Seus corpos estão muito fracos, eles não podem falar e foram hospitalizados, indo e voltando”, disse Singh, morador na Califórnia. “Eles querem saber por que ainda estão na prisão e, portanto, querem alertar para o sistema de imigração do governo”.

Os sobrinhos de Singh tentam o asilo. Registros do tribunal mostram que eles se declararam culpados de um delito, em setembro, depois de atravessarem clandestinamente a fronteira perto de El Paso.

Para forçar a alimentação de alguém, os especialistas médicos normalmente enrolam um tubo com força em torno do dedo para que ele se dobre com facilidade e colocam lubrificante na ponta, antes de enfiar no nariz do paciente. O paciente tem que engolir água enquanto o tubo é empurrado para baixo pela garganta. O procedimento pode ser muito doloroso.

O centro de detenção de El Paso, localizado em uma rua movimentada perto do aeroporto, é altamente vigiado e cercado por cerca de arame. Ruby Kaur, uma advogada de Michigan que representa um dos grevistas da fome, disse que seu cliente foi alimentado à força e colocado em uma intravenosa após mais de 3 semanas sem comer ou beber água.

“Eles entram em greve de fome, e são colocados em confinamento solitário, em seguida, os agentes do ICE os torturam psicologicamente, dizendo aos solicitantes de asilo que eles os enviarão de volta ao Punjab”, disse Kaur.

Eiorjys Rodriguez Calderin relatou que as condições em Cuba forçaram ele e outros detidos a buscar segurança nos EUA, e correm o risco de serem perseguidos se forem deportados.

“Eles estão restringindo as pessoas e forçando-as a colocar tubos em seus narizes”, disse Rodriguez, acrescentando que ele já havia passado pela entrevista sobre “medo crível” e tentou sair em liberdade condicional. “Eles colocam as pessoas na solitária, como punição”.

As entrevistas de “medo crível” são conduzidas pelas autoridades de imigração como uma triagem inicial para solicitações de asilo.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend