ICE deporta imigrante procurado por homicídio

Foto4 Jose Antonio Cordova Rodriguez  ICE deporta imigrante procurado por homicídio
José Antônio foi deportado dos EUA e entregue às autoridades mexicanas no Posto de Entrada em Brownsville (TX) (Foto: ICE)

José Antônio Córdova Rodriguez foi encontrado e preso em Chicago (Ill.)

Um imigrante mexicano, procurado em seu país de origem por homicídio, foi deportado em 20 de outubro por agentes do Departamento de Imigração (ICE) e do Setor de Operações de Remoção e Cumprimento da Lei (ERO). Em 8 de setembro, José Antônio Córdova Rodriguez, de 33 anos, foi preso do lado de fora da residência dele em Chicago (Ill.) por agentes especiais do Setor de Investigações de Segurança Nacional (HSI), do US Marshals Service (USMS) e a Força Tarefa de Fugitivos de Great Lakes.

José Antônio foi deportado dos EUA e entregue às autoridades mexicanas no Posto de Entrada em Brownsville (TX).

“O ICE ajuda a manter a segurança nacional, pública e das nossas fronteiras identificando e removendo criminosos foragidos e perigosos das nossas comunidades, os quais são prioridade do ERO”, disse o Diretor Ricardo Wong, do escritório de Chicago.

“A cooperação entre os Estados Unidos e as autoridades internacionais de segurança foi instrumental na prisão desse foragido estrangeiro e enfatiza a abrangência global do ICE”, disse o agente especial James M. Gibbons, do HSI.

Rodriguez já havia sido deportado dos Estados Unidos em 2010 e posteriormente reentrou clandestinamente no país. Ele possui como antecedentes vários delitos praticados no Texas e Illinois.

Desde 1 de outubro de 2009, o ERO já removeu mais de 1.700 fugitivos estrangeiros dos EUA que eram procurados em seus países de origem por crimes graves, incluindo sequestro, estupro e homicídio. No ano fiscal de 2016, o ICE realizou 240.255 deportações em todo o país. Noventa e dois por cento dos indivíduos removidos do interior dos EUA possuíam antecedentes criminais, segundo o ICE.

É prioridade do ICE a deportação de indivíduos que representam ameaça pública, como criminosos estrangeiros e membros de gangues, assim como pessoas que violaram as leis de imigração, incluindo aqueles que já foram anteriormente deportados e pessoas que possuem ordens de deportação emitidas por juízes de imigração.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend