ICE deporta imigrante procurado por massacre

Foto9 Jose Antonio Hernandez Rangel ICE deporta imigrante procurado por massacre
José Yobani Hernandez Sanchez, de 26 anos, foi deportado em 26 de setembro (Foto: ICE)

José Yobani Hernandez Sanchez teria cometido vários assassinatos na região de Coahuila de Zaragoza, México

Em 26 de setembro, um imigrante, procurado em seu país por supostamente cometer vários homicídios, foi entregue às autoridades mexicanas por oficiais do Setor de Deportações da ERO, órgão subordinado ao Departamento de Imigração (ICE). José Yobani Hernandez Sanchez, também conhecido como José Antônio Hernandez Rangel, de 26 anos, vivia clandestinamente nos EUA. Ele é acusado de cometer múltiplos homicídios que ocorreram nas imediações de Piedras Negras, Coahuila de Zaragoza, México. Sanches foi escoltado por agentes do ICE para a fronteira dos EUA com o México em Laredo, Texas, e transferido para as autoridades mexicanas em 26 de setembro.

“Hernandez-Sanchez vai agora enfrentar a justiça no México por seu suposto envolvimento em múltiplos homicídios”, disse Daniel Bible, diretor do escritório da ERO em San Antônio (TX). “O nosso escritório do ICE trabalha em estreita colaboração com nossos parceiros de segurança estrangeiros para repatriar os fugitivos que entram nos Estados Unidos para escapar da justiça por crimes cometidos em seus países de origem”.

Em 3 de outubro de 2017, Hernandez-Sanchez foi um dos 10 indivíduos presos pelo governo do México sob acusações de homicídio. No entanto, os registros indicam que ele conseguiu escapar e depois fugiu para os Estados Unidos.

Em 11 de novembro de 2017, Sanchez entrou ilegalmente nos Estados Unidos nas proximidades de Del Rio, Texas, e foi preso por agentes de imigração. Em 14 de novembro de 2017, ele foi condenado em um tribunal federal do Texas por entrar ilegalmente nos EUA e foi sentenciado a 90 dias de prisão. Em 8 de fevereiro de 2018, após sua libertação da prisão federal, ele foi transferido para a custódia do ICE, onde permaneceu até a deportação.

Desde 1 de outubro de 2009, o ERO removeu mais de 1.700 fugitivos estrangeiros dos EUA que eram procurados em seus países nativos por crimes graves, incluindo sequestros, estupros e assassinatos. O ICE deportou ou devolveu 226.119 estrangeiros no ano fiscal de 2017. O índice de remoções aumentou quase 10% em relação ao ano fiscal anterior, e o número de remoções internas do ICE aumentou mais de 15 mil no ano fiscal de 2016.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend