ICE deporta indocumentado procurado por homicídio

Foto14 Jorge Lus Malaga Estrada 1024x783 ICE deporta indocumentado procurado por homicídio
Jorge Luís Málaga Estrada estava foragido e é acusado de homicídio

Jorge Luís Málaga Estrada cumpria pena por posse de maconha no Arizona

Na terça-feira (7), o Departamento de Imigração (ICE) e o Departamento de Operações e Cumprimento das Leis (ERO) deportaram Jorge Luís Málaga Estrada, de 32 anos, procurado por homicídio. O foragido foi transferido para a custódia das autoridades mexicanas através do posto da Alfândega Nogales DeConcini, em Phoenix (TX).

Em 11 de outubro, a Promotoria Pública do México notificou ao ICE a emissão de um mandado de prisão em nome de Jorge Luís. Na ocasião, as autoridades migratórias localizaram o foragido, que estava cumprindo pena no Departamento Carcerário do Arizona por envolvimento com drogas e tinha mandado de prisão expedido pelo ICE. As autoridades migratórias assumiram a custódia dele em 27 de outubro, depois de ele ter cumprido a sentença.

Segundo o arquivo do Departamento de Segurança Nacional (DHS), os agentes da Patrulha da Fronteira (USBP) prenderam Estrada em 12 de janeiro de 2016, após descobrirem que ele vivia clandestinamente nos EUA. Posteriormente, o USBP o transferiu para a custódia do Escritório do Xerife do Condado de Cochise, onde era procurado pela acusação de posse ilegal de maconha.

“A remoção de fugitivos estrangeiros que escaparam da justiça é a principal prioridade do ICE”, disse Henry Lucero, diretor do ERO em Phoenix. “A cooperação entre os EUA e os nossos parceiros mexicanos resultou no retorno desse homem que é ameaça à segurança pública”.

Desde 1 de outubro de 2009, o ERO já deportou dos EUA mais de 1.700 foragidos estrangeiros, que eram procurados em seus países de origem por crimes graves, incluindo sequestro, estupro e homicídio. No ano fiscal de 2016, o ICE realizou 240.255 deportações em todo o país.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend