ICE deporta suspeito de estupro e roubo

Foto1 Francisco Javier Diaz Lua  ICE deporta suspeito de estupro e roubo
As autoridades descobriram um mandado de prisão, datado de 26 de setembro de 2011, em nome de Francisco Javier Diaz Lua (Foto: ICE)

Francisco Javier Diaz Lua, de 28 anos, havia reentrado clandestinamente nos EUA

Na segunda-feira (6), o Departamento de Imigração (ICE) e o Departamento de Operações de Alfândega e Remoções (ERO) deportaram um cidadão fugitivo do México, procurado por autoridades em seu país de origem por estupro e roubo.

“A apreensão de fugitivos estrangeiros nos Estados Unidos continua sendo alta prioridade para o ICE”, disse Simona L. Flores, diretora do escritório do ERO na Filadélfia. “Os Estados Unidos não serão um porto seguro para aqueles que buscam refúgio por crimes cometidos em seus países de origem”.

Francisco Javier Diaz Lua, de 28 anos, entrou clandestinamente nos Estados Unidos, ou seja, em data e local desconhecidos e sem a inspeção de um oficial de imigração.

Em 23 de junho de 2016, a Patrulha da Fronteira dos EUA (USBP) prendeu Francisco e emitiu uma ordem de deportação expressa e o enviou ao México no dia seguinte. Em uma data desconhecida, ele reentrou clandestinamente nos Estados Unidos.

Em 30 de maio de 2018, o sub-escritório do ERO na Filadélfia em York prendeu Lua sem incidentes e restabeleceu a ordem anterior de remoção. Enquanto sob a custódia do ERO, as autoridades migratórias descobriram e confirmaram um mandado de prisão datado de 26 de setembro de 2011, emitido pelo Governo do Estado de Michoacán de Ocampo, México, em nome de Francisco. Ele foi removido dos Estados Unidos e entregue às autoridades mexicanas sem incidentes.

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend