Ice diz que objetivo de operação em NJ era prender “criminosos”

Foto4 Prisao ICE  Ice diz que objetivo de operação em NJ era prender “criminosos”
Ice diz que objetivo de operação em NJ era prender “criminosos”

Foram detalhados os motivos das prisões de 11 estrangeiros, mas não dos 90 restantes

Um imigrante indocumentado mexicano, condenado por abusar sexualmente de um menor de idade, está entre os 101 estrangeiros detidos durante a batida de 5 dias realizada pelo Departamento de Imigração (ICE) em New Jersey. A ação ocorreu semana passada e o alvo era criminosos foragidos, deportados que reentraram no país e violadores das leis de imigração. A operação teve o apoio do Setor de Investigações do Departamento de Segurança Nacional (HSI) e o escritório da Patrulha da Fronteira (CBO) no Estado Jardim.

O ICE alegou que o foco das operações em New Jersey foi prender estrangeiros “criminosos”. No comunicado sobre as ações, postado no website do órgão, foram detalhados o motivo das prisões de 11 estrangeiros, mas não dos 90 restantes. As idades variam entre 20 e 71 anos. Em 25 de janeiro desse ano, o Presidente Donald Trump assinou um decreto de lei o qual criminaliza todas as pessoas em situação migratória irregular nos EUA.

. Entre os indivíduos com antecedentes criminais citados estão:

. Um mexicano condenado por abuso sexual de menor. Um turco condenado por posse de pornografia infantil. Um peruano condenado por invasão de privacidade por filmar um ato sexual sem consentimento. Um colombiano condenado por agressão com agravantes e violência doméstica. Um espanhol condenado por armazenar pornografia infantil. Um filipino condenado por posse de anfetamina. Um dominicano condenado por posse e distribuição de cocaína. Um guianense condenado por agressão física com uma arma. Um egípcio condenado por posse de heroína. Um salvadorenho condenado por agressão com agravantes e provocar ferimentos graves e um coreano condenado por distribuição de cocaína.

Conforme o escritório do ICE em Newark, entre os detidos na batida, liderada por agentes do Setor de Operações de Remoções e Cumprimento das Leis (ERO), 88% deles foram condenados e 80% tinham cometido delitos. A operação em New Jersey ocorreu poucos dias depois que o ICE anunciou o aumento de 40% nas detenções no país com relação ao mesmo período no ano passado. O órgão detalhou que 92% dos detidos tinham antecedentes criminais ou acusação criminal pendente, eram foragidos do ICE ou foram deportados e reentraram clandestinamente no país.

. Entre as 101 pessoas presas em New Jersey estão:

3 brasileiros, 4 colombianos, 1 congolês, 3 costa-riquenhos, 4 cubanos, 18 dominicanos, 2 equatorianos, 2 egípcios, 7 salvadorenhos, 1 etíope, 1 georgiano, 6 guatemaltecos, 3 guianenses, 3 haitianos, 8 hondurenhos, 1 jamaicano, 2 coreanos, 1 liberiano, 15 mexicanos, 1 nicaraguense, 1 nigeriano, 1 paquistanês, 2 filipinos, 2 peruanos, 1 português, 2 espanhóis, 2 turcos, 1 britânico, 1 ucraniano, 1 venezuelano e 1 vietnamita.

As detenções ocorreram nos seguintes condados em New Jersey: Atlantic (2), Bergen (6), Burlington (7), Camden (11), Cumberland (3), Essex (14), Hudson (15), Mercer (6), Middlesex (11), Monmouth (3), Morris (1), Passaic (9), Somerset (4) e Union (6). Já em Nova York, os condados foram: Kings (1), New York (1) e Suffolk (1).

Legenda:

Foto: As idades dos estrangeiros detidos variam entre 20 e 71 anos

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend