Imigração libera rapper 21 Savage após pagamento de fiança

Foto1 21 Savage Imigração libera rapper 21 Savage após pagamento de fiança
O britânico 21 Savage entrou nos EUA em 2005 e o visto dele expirou em julho de 2006

O artista foi convidado para se apresentar no Grammy Awards, no domingo (10), mas perdeu o show por estar preso

Na terça-feira (12), advogados de defesa do rapper 21 Savage informaram aos fãs que ele havia sido liberado depois de pagar fiança. Aparentemente, o artista, nascido na Inglaterra, vive em situação migratória irregular nos EUA e foi detido por agentes do Departamento de Imigração (ICE), no início de fevereiro.

“Nas últimas 24 horas, com a aproximação do Grammy Awards, no qual ele estava agendado a comparecer e se apresentar, nós recebemos o aviso de que She’yaa conseguiu uma audiência acelerada. Hoje, 21 Savage foi liberado graças à fiança. Ele conquistou a liberdade dele”, diz a postagem no Facebook redigida pela equipe legal que defende o rapper, a Kuck Baxter Immigration LLC.

O artista de 26 anos, cujo nome verdadeiro é She’yaa Bin Abraham Joseph, foi detido no início de fevereiro, após ser acusado de não obedecer o período de permanência do visto dele. O ICE informou que o rapper na realidade é natural do Reino Unido e imigrou com a família para os EUA ainda na infância e que foi preso como parte de uma “operação focalizada”.

21 Savage entrou nos EUA em 2005 e o visto dele expirou em julho de 2006.

Os advogados do artista confirmaram que a alegação do ICE de que a família do artista ultrapassou o período de permanência dos vistos, mas frisaram que 21 Savage  “tornou-se indocumentado, mas a culpa não foi dele”.

“Trata-se de uma violação da lei civil e a detenção contínua de Abraham Joseph serve ao propósito único de puni-lo desnecessariamente e tentar intimidá-lo para que ele desista do direito dele de lutar para permanecer nos Estados Unidos”, disse o advogado Charles Kuck. “Obviamente, o nosso cliente não corre o risco de fugir, pois é amplamente famoso e membro proeminente da indústria musical. Claramente, o Abraham Joseph não representa perigo à comunidade e, de fato, as contribuições dele para as comunidades locais e escolas em que ele cresceu são exemplos do tipo de imigrante que nós queremos na América”.

Apesar de o fato do rapper ter sido convidado para se apresentar no Grammy Awards, no domingo (10), a ausência dele passou quase que despercebida. O produtor musical sueco, Ludwig Göransson gritou o nome dele quando recebia o prêmio pela canção “This is America” de Childish Gambino.

“Nós queremos agradecer a todos os rappers que estão nessa canção”, disse ele. “21 Savage, você deveria estar aqui nesta noite”.

Além disso, Post Malone vestiu uma camiseta com a estampa de 21 Savage sob a jaqueta quando se apresentava no palco com a banda Red Hot Chilli Peppers, embora não tenha citado o nome do artista. A prisão dele levou à criação da hashtag #Free21Savage, protestos e apoio de celebridades e políticos como a Deputada Federal Alexandria Ocasio Cortez (D-NY) e Cardi B.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend