Imigração nega cidadania a 1 filho gêmeo de casal gay

Foto2 Elad Dvash Banks e Andrew Imigração nega cidadania a 1 filho gêmeo de casal gay
Elad e Andrew Dvash Banks e os filhos Ethan e Aiden, em Los Angeles (CA)

Cada bebê foi concebido com óvulos doados e espermatozoides de cada pai

Ethan e Aiden Dvash Banks são irmãos gêmeos que compartilham quase tudo: Os mesmos brinquedos, berço, roupas e pais. Tudo, menos as escovas de dente e a cidadania. A solução que os pais das crianças encontraram, um casal gay residente em Los Angeles (CA), foi acionar judicialmente o Departamento de Estado dos EUA em nome de Ethan.

“O que nós estamos tentando fazer é lutar pela justiça para o Ethan”, disse Elad Dvash Banks, o pai biológico da criança, “e corrigir um erro que o Departamento de Estado continua a cometer e que pode afetar outros casais”.

A ação judicial é uma das duas apresentadas por um grupo defensor dos direitos dos imigrantes LGBTQ. A ONG alega que o Departamento de Estado contra casais gays internacionais ao negar a seus filhos a cidadania ao nascer. Os casos apresentados em Los Angeles e Washington pelo Immigration Equality defende que os filhos de cidadãos americanos que nascem no exterior têm o direito à cidadania americana ao nascer não importando onde tenham nascido, mesmo que um dos pais seja estrangeiro.

O Departamento de Estado evitou comentar os casos, mas frisou a regulamentação publicada em seu website a qual determina que um pai cidadão norte-americano deve ser ligado geneticamente à criança para que ela se torne cidadã dos EUA no nascimento. Aaron Morris, diretor executivo do Immigration Equality rebateu que “caso uma mãe e um pai entram em um consulado e apresentam as certidões de casamento e nascimento, eles nunca serão interrogados sobre a herança genética da criança. Entretanto, o inverso também é verdadeiro e todo casal do mesmo sexo será questionado sobre isso”.

Andrew Dvash Banks estava estudando em Israel quando conheceu o futuro marido, Elad, que é cidadão israelense. Porque não podiam casar-se em Israel ou EUA na ocasião, eles mudaram para o Canadá, onde casaram-se oficialmente em 2010. Cada bebê foi concebido com óvulos doados e o espermatozoide de cada pai, mas nascidos da mesma barriga de aluguel com minutos de diferença em setembro de 2016.

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend