Imigração prende brasileiro a caminho do trabalho em Newark

Foto30 Ezequiel Bueno de Souza Imigração prende brasileiro a caminho do trabalho em Newark
Ezequiel Bueno de Souza, morador em Newark, está detido no Centro do ICE em Elizabeth (Foto: GoFundMe.com)

Ezequiel Bueno de Souza trabalha na construção civil e foi detido na manhã de quinta-feira (18)

Aparentemente, o combate da administração Trump à imigração clandestina nos EUA fez mais uma vítima na comunidade brasileira. Na manhã de quinta-feira (18), agentes do Departamento de Imigração (ICE) prenderam Ezequiel Bueno de Souza, de 42 anos, casado, natural de Campinas (SP), morador no bairro do Ironbound, em Newark. Segundo Andréia Montoia, esposa de Ezequiel, ele rumava para o trabalho às 6:25 da manhã quando, a poucos passos de casa, na direção da caminhonete, foi abordado pelos agentes que esperavam por ele no interior de um carro à paisana. Eles o informaram que o estavam prendendo porque ele havia ultrapassado o prazo de permanência do visto, quando entrou nos EUA em setembro de 2014. Além disso, os agentes perguntaram sobre a família do brasileiro. A detenção ocorreu na Bárbara Street, nas proximidades da Wilson Avenue.

Andréia detalhou que o esposo trabalha na construção civil, é popular na comunidade e não possui antecedentes criminais. O casal tem uma filha de 22 anos, um filho de 19 anos e uma neta de 5 anos, criada pela família. Ainda segundo ela, a advogada responsável pelo caso suspeita de denúncia, pois não há motivos aparentes para que Ezequiel caísse na mira do ICE.

“Ela (a advogada) nos disse que tem cara de denúncia”, disse Andréia.

Atualmente, Ezequiel está detido no centro do ICE em Elizabeth, enquanto aguarda a audiência preliminar na Corte de Imigração. Os parentes dele nutrem esperanças de que ele seja liberado em breve.

. Campanhas beneficentes:

No domingo (28), Letícia Montoia, filha de Ezequiel, lançou no website GoFundMe.com a campanha beneficente: https://www.gofundme.com/ajuda-para-ezequiel-voltar-pra-casa, cujo objetivo é angariar US$ 7.500 para arcar com os custos da fiança, avaliada em US$ 7.500, e despesas com advogado. Até a noite de terça-feira (30), haviam sido arrecadados US$ 159.

“Meu pai estava a caminho do serviço quando a Imigração o prendeu. A única acusação é ele estar fora de status. Agora precisamos levantar dinheiro para pagar sua fiança. Um homem de respeito e confiança que venho no intuito de ajudar sua família a ter uma vida melhor. Venho pedir a todos que nos ajudem; fomos pegos de surpresa e estamos perdidos, correndo contra o tempo para tirá-lo de lá e trazê-lo de volta pra casa”, postou Letícia no GoFundMe.com.

. Feijoada beneficente:

No sábado (3), Andréia prepara uma feijoada beneficente cujo ingresso custa US$ 15. Os pedidos podem ser pegos pessoalmente na 32 Bárbara Street, no bairro do Ironbound, em Newark, ou as entregas a domicílio (delivery), a partir das 11:30 am, poderão ser feitas através dos tel.: (973) 704-6451 ou (973) 752-5322. A campanha também foi divulgada nas redes sociais, especialmente no Facebook.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend