Imigrante brasileira terá a vida retratada em filme

%name Imigrante brasileira terá a vida retratada em filme
A escritora Gisele Tavares publicou recentemente as obras “Um minuto é muito tempo” e “Pedra do sol”, ambas de poesia (Foto: BT)

Radicada nos EUA, a pernambucana Gisele Tavares publicou o primeiro livro aos 8 anos de idade

O cineasta e documentarista pernambucana, da VTBNews, Walmir Andrade se emocionou com a história da jovem Gizele Tavares, moradora em Nova York, que publicou seu primeiro livro ainda sem recurso e independente aos 8 anos de idade. Quando ele conhecer a história de sucesso dela decidiu que era seu dever mostrar ao mundo a história de uma vencedora. As informações são do jornal Brazilian Times.

Walmir enfatiza que não perderá nenhum detalhe e que o filme contará com o patrocínio do Governo e concorrerá a amostra de cinema nacional e internacional, com lançamento exclusivo no cinema São Luiz, no Recife. “Gizele venceu a própria vida e o mundo, andou em terras entranhas, transformou a vida pobre de seus pais. Hoje entra para o quadro das mais jovens bem sucedidas do estado, morando em um país de primeiro mundo que é os Estados Unidos, e sendo uma mulher de garra e determinação, a verdadeira embaixadora da Poesia Brasileira”, ressaltou.

Neste intervalo entre Brasil e o mundo, Gizele ganhou muitos admiradores e amigos verdadeiros. Ela conta com o patrocínio de grandes empresas e pessoas e todas as emissores de TV abriram as portas para esse grande talento.

Depois de mais de 5 anos fora do Brasil, Gizele Tavares, que é jornalista e escritora, regressou ao país com o pé direito. Naturalizada norte-americana, ela chegou à terra natal, onde publicou em Olinda (PE) no instituto histórico, suas duas primeiras obras inéditas: “Um minuto é muito tempo” e “Pedra do sol”, ambas de poesia.

Originalmente os livros de poesia foram publicados em inglês em New York, pela editora Amazon, e no dia 18 de maio, ganharam a versão em português, em um evento que ficou na histórica.

Gizele recebeu das mãos do influenciador digital, Fernando Farias, a carta para participar da posse do novo presidente da UBE, onde recebeu indicação como a mas jovem escritora pernambucana a fazer parte da União dos Escritores do Brasil.

Ela chegou aos Estados Unidos há quase seis anos, viu o território, conheceu pessoas e hábitos, levou a cultura pernambucana e venceu.

Gizele Tavares também entra para história como a mais jovem escritora, aos 27 anos, a fazer parte da Academia Brasileira de Letras, com mais de dez livros publicados em inglês, espanhol e português, nas categorias poesia, romance e infantil.

Gizele, além do sucesso na carreira de escritora, é atriz e participou recentemente da série Blue bloods, da Netflix, em NY, com contrato com a maior empresa de produção de filme americana.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend