Imigrante brasileiro é acusado de estuprar menor em Hyannis (MA)

Foto26 Barnstable Superior Court Imigrante brasileiro é acusado de estuprar menor em Hyannis (MA)
Jaime Silva, de 54 anos, alegou inocência durante a audiência na Corte Superior de Barnstable (detalhe), na terça-feira (12)

Jaime Silva, de 54 anos, enfrenta 7 acusações de estupro de menor com agravantes, agressão e ataque indecente contra um menor de 14 anos

Na terça-feira (12), Jaime Silva, de 54 anos, morador em Hyannis (MA), alegou inocência durante a audiência na Corte Superior de Barnstable (MA). Ele enfrenta 7 acusações de estupro de menor com agravantes, agressão e ataque indecente contra um menor de 14 anos. Num caso separado, Silva também foi acusado de estrangulamento, intimidação de testemunha e agressão, publicou o jornal Cape Cod Times.

As autoridades de segurança detalharam que os incidentes ocorreram em 7 e 24 de julho em Hyannis e, devido ao fato de o caso envolver um menor de idade, não foram fornecidos mais detalhes. A polícia informou que o estrangulamento ocorreu em 7 de julho, quando Silva teria agarrado uma mulher pela garganta, a manteve contra uma parede, ameaçando mata-la e tirar os filhos dela.

Em 8 de julho, Jaime alegou inocência durante a audiência preliminar na Corte Distrital de Barnstable quando ouviu as acusações de estrangulamento, intimidação de testemunha e agressão física. Conforme o boletim de ocorrência do Departamento de Polícia de Barnstable, uma mulher disse que, no domingo (7), lavava louça quando perguntou a Silva onde estava determinado contentor. Ele teria se enfurecido e a atacado, a empurrando e jogando a nuca dela contra uma parede. Os policiais viram fios de cabelos grudados nas rachaduras da parede onde a cabeça dela bateu, segundo documentos.

Além disso, Silva teria agarrado a mulher pela garganta com ambas as mãos e a manteve contra a parede quando ela tentava fugir. Enquanto ela acionava a polícia, ele ameaçou mata-la e tirar os filhos dela. Ainda em julho, o juiz determinou a fiança do réu em US$ 1 mil e ele foi mantido preso depois da audiência preliminar.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend