Imigrante brasileiro é sorteado em raspadinha de US$ 1 milhão

ganhador da loteria Imigrante brasileiro é sorteado em raspadinha de US$ 1 milhão
Imigrante brasileiro é sorteado em raspadinha de US$ 1 milhão

Neylor Pereira optou por retirar o dinheiro todo de uma vez e receberá $650 mil, depois de descontados os impostos

Neylor Pereira, morador em Framingham (MA), faturou US$ 1 milhão na raspadinha 50X Payout. Ele é mais um de uma série de moradores em Massachusetts a ganhar o prêmio. Segundo Eduardo Oliveira do site ‘A Hora da Notícia’, ele optou por retirar o dinheiro todo de uma vez e vai receber $650 mil, descontados os impostos.

Neylor comprou o bilhete da 50X Payout na loja E-Z Convenience Market, em Ashland (MA). A loja receberá US$ 10 mil como bônus. Existem mais cinco prêmios de US$ 1 milhão da mesma raspadinha, que custa apenas US$ 5.

Em julho, Jennifer Oliveira ganhou US$ 1 milhão ao raspar um bilhete da 50X Cashword, em Framingham (MA). A felizarda gastou apenas US$ 10 no bilhete premiado, comprado na loja Wine & Spirits, na Worcester Road.

. Polêmica:

No início do mês passado, a mineira Maria do Carmo levou a melhor na raspadinha da ‘Bonus Cash’ e ganhou $1 milhão, entretanto, é acusada pelo ex-namorado de ter pegado o bilhete que pertencia a ele. Em 23 de setembro, o jornal Brazilian Times publicou a história dos ex-namorados José Pena e Maria do Carmo, de 42 anos, ambos naturais do município de Sobrália (MG) e moradores em Massachusetts. Na ocasião, ele contatou a redação do jornal para denunciar que a ex-companheira teria “roubado” uma raspadinha premiada no valor de US$ 1 milhão.

Conforme Pena, ele, semanalmente, comprava raspadinhas em diversas lojas em Allston (MA), acrescentando que tinha o costume de dá-las para ela raspar os bilhetes. No início de setembro, ele teria dado alguns bilhetes do sorteio “Bonus Cash” para Maria raspar, e sem mostrar, ela teria dito que não havia sido sorteado nenhum prêmio. José acionou o Departamento de Polícia de Allston e o advogado dele entrou com um processo para barrar a entrega do prêmio.

O repórter Thatyanno e o BT conseguiram conversar com Maria com Carmo. Durante a entrevista negou a acusação e alegou que comprou a raspadinha com o próprio dinheiro; mesmo estando desempregada e não ter o hábito de apostar neste tipo de loteria.

Maria disse que exige que o ex-namorado mostre uma prova de que ela roubou a raspadinha e alegou que tem provas que comprou e pagou o bilhete com o próprio dinheiro. Apesar de no website da Mass Lottery informar que a mineira optou por receber a quantia de US$ 650 mil de uma só vez, ela alega que foram tributados mais imposto, portanto, o valor é bem menor.

Ela acrescentou que no Brasil sempre trabalhou como empregada doméstica e todos que a conhecem sabem que ela não precisa roubar nada de ninguém.

“Sempre fui uma pessoa honesta e vim para os Estados Unidos com planos de comprar uma casa em Minas Gerais”, disse Carmo, acrescentando que José a ameaçou de morte e que prejudicaria a família dela no Brasil. “Estou me sentindo com medo dele e já procurei proteção da polícia. Além disso, está havendo muita mentira na comunidade e quem me ajudou com as informações foi o meu irmão e não paguei ninguém para retirar o prêmio para mim. Eu sou inocente e vou provar”, concluiu.

Legenda:

Foto: Neylor Pereira é mais um de uma série de moradores em Massachusetts a ganhar o prêmio (Foto: Mass Lottery)

Related posts

Comentários

Send this to a friend