Imigrante indocumentado morre durante prisão por policiais em NY

Foto20 Edwin Garcia Imigrante indocumentado morre durante prisão por policiais em NY
Conforme as autoridades médicas, a autópsia revelou que a morte de Edwin Garcia foi provocada por intoxicação aguda de cocaína

Edwin Garcia apresentava agitação e foi detido por vários policiais em East Harlem

Depois de mais de 15 anos nos EUA, o salvadorenho Edwin Garcia, de 41 anos, se viu em uma encruzilhada. Ele deveria ficar em Nova York para continuar enviando dinheiro à esposa dele e os três filhos em El Salvador ou voltar para casa para finalmente estar com eles? Ele morava em East Harlem (NY) e trabalhava de manhã à noite, 7 dias por semana, substituindo as janelas dos carros.

As longas horas de trabalho intenso permitiam que Garcia, um imigrante indocumentado, enviasse algumas centenas de dólares por semana à família. Foram anos cruéis; trabalhar horas a fio para sustentar a família sem nunca ter a chance de vê-los. Alguns meses atrás, ele tomou uma decisão. “Eu quero estar com minha esposa e filhos”, disse ele ao tio. O plano era voltar para casa no Natal.

Garcia finalmente conseguiu voltar para El Salvador, mas eu chegou num caixão. Ele morreu depois de um encontro com a polícia em sua casa, em 27 de maio. O trabalhador morreu em circunstâncias misteriosas. O incidente ocorreu na E. 116th St., onde ele morava com seu irmão mais novo e um casal sem parentesco.

Pouco antes das 2 horas da madrugada, Garcia começou a brigar com seu companheiro de quarto e demonstrar agitação no apartamento, num estado frenético e desequilibrado, disse seu irmão.

A esposa do homem ligou para a linha de emergência 911. Os policiais foram convocados para responder à uma “pessoa emocionalmente perturbada”, disse a polícia. No momento em que muitos policiais chegaram o irmão de Garcia e o colega de quarto o haviam imobilizado. Os policiais algemaram Edwin, que os familiares disseram ter bebido tequila mais cedo naquele dia e o levaram para fora do apartamento. Uma câmera de vigilância registrou o que aconteceu em seguida: Garcia lutou com os policiais no corredor. Sete deles lutaram com ele no chão. Ele foi derrubado para fora da visão da câmera de vigilância, então, o que aconteceu naquele corredor durante os próximos 30 minutos é conhecido apenas pelos oficiais e a equipe de paramédicos.

O episódio terminou com equipes de resgate levando Garcia inconsciente ao hospital, onde ele foi declarado morto. Nas semanas seguintes, os parentes de Garcia dizem que a polícia não acatou seus pedidos de informação. “Se você chamar a polícia, eles devem ajudá-lo”, disse seu irmão Marvin. “Nós não achamos que ele acabaria morto.”

Nova York registrou 8 desses incidentes apenas no ano passado, o que gerou pedidos para que a cidade repensasse a forma como responde a chamadas de emergência que envolvem pessoas que passam por episódios psicóticos. O caso de Garcia está longe de ser típico. Sua família diz que ele não estava sofrendo de doença mental e nunca havia perdido o controle. Ele também não tinha condições de saúde conhecidas. Entretanto, o Instituto Médico Legal de Nova York comunicou que a morte de Edwin Garcia foi acidental e causada por intoxicação aguda de cocaína.

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend