Imigrante que aguardava deportação morre sob a custódia do ICE

Foto8 Prisao ICE  Imigrante que aguardava deportação morre sob a custódia do ICE
Luís Ramirez Marcano é o 3º detento do ICE a morrer no ano fiscal de 2018

Luís Ramirez Marcano estava detido no Krome Detention Center, em Miami (FL)

Na segunda-feira (19), um imigrante cubano que estava detido e aguardava a deportação morreu sob a custódia do Departamento de Imigração (ICE) em Miami (FL). Luís Ramirez Marcano, de 59 anos, foi levado ao Kendall Regional Medical Center no sábado (17), após de reclamar de dores abdominais, confirmou o órgão na quarta-feira (21). A equipe de plantão proveu ao paciente cuidado médico 24 horas, mas Luís faleceu na unidade de tratamento intensivo (UTI). A causa oficial da morte não foi determinada.

Marcano estava sob a custódia do ICE desde 12 de janeiro, aguardando a deportação para Cuba no Krome Detention Center. Ele é o 3º detento do ICE a morrer no ano fiscal de 2018, informou o órgão.

“Fatalidades na custódia do ICE, estatisticamente, são extremamente raras e ocorrem numa fração em comparação da população carcerária nacional”, informou o comunicado.

Uma investigação sobre a morte de Marcano será instaurada e as autoridades diplomáticas cubanas foram notificadas.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend