Imigrantes, pastor e militar são condenados em “golpe do green card”

Foto28 Maos e aliancas Imigrantes, pastor e militar são condenados em “golpe do green card”
A conspiração envolveu a obtenção de benefícios migratórios para Rajeash Ramcharan, de 45 anos, Diann Ramcharan, de 37 anos, e um dos filhos menores do casal

Rajesh Ramcharan, de 45 anos, Diann Ramcharan, de 37 anos, Galima Murry, de 31 anos, e Ken Harvell, de 60 anos, foram considerados culpados no tribunal

Dois imigrantes, um pastor evangélico e um sargento do exército foram considerados culpados de conspirar para cometer fraude matrimonial como parte de um esquema ilegal de imigração, informaram promotores públicos federais. Na quinta-feira (16), os réus Rajesh Ramcharan, de 45 anos, Diann Ramcharan, de 37 anos, o Sargento Galima Murry, de 31 anos, e o Reverendo Ken Harvell, de 60 anos, foram considerados culpados depois de um julgamento de 9 dias, conforme o press release divulgado pela Promotoria de Justiça no Colorado.

A conspiração envolveu a obtenção de benefícios migratórios para Rajeash Ramcharan, Diann Ramcharan e um dos filhos menores do casal. Em 2007, eles chegaram aos EUA oriundos de Trinidad e Tobago com vistos de turistas. Na ocasião, eles ignoraram o período de permanência dos vistos e iniciaram a vida no Colorado.

Em 2010, eles foram casados por Harvell, que assinou um certificado de casamento. O casal iniciou o processo de divórcio e, 5 dias depois do divórcio finalizado, o Reverendo assinou uma nova certidão de casamento para Diann Ramcharan e o Sargento Murry, que é cidadão dos EUA e lotado em Port Carson na ocasião.

“Diann Ramcharan e o Sargento Murry contraíram matrimônio com o propósito de burlar as leis migratórias e permitir que Diann Ramcharan permanecesse nos Estados Unidos”, informou o comunicado. Murry obteve benefícios militares através do casamento.

Em 2015, Rajesh Ramcharan casou-se com Angélica Guevara, também cidadã dos EUA. Harvell também assinou a certidão de casamento deles.

“Durante os casamentos fraudulentos dos Ramcharan com Murry e Guevara, eles moraram juntos e se apresentavam como casados”, disse o comunicado.

Harvell é pastor sênior da Southeast Baptist Church em Colorado Springs, conforme o website da congregação.

“Como os réus aprenderam nesse caso, fraude no casamento para obter a cidadania é crime”, disse o promotor público Jason Dunn.

Cada réu também foi considerado culpado de mentir pelo menos 1 vez para as autoridades migratórias, conforme o comunicado. Posteriormente, Guevara assumiu a culpa na fraude. Ela testemunhou perante o Juiz David M. Ebel. O grupo de jurados em Denver demorou 3 horas para considerar os 4 réus culpados. A data para a leitura da sentença ainda não foi agendada.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend