Imigrantes reveem familiares no Brasil em festas de fim de ano

Foto10 Aeroporto em Sao Paulo 1024x518 Imigrantes reveem familiares no Brasil em festas de fim de ano
Para lidar com o pulo no fluxo de passageiros, a “Operação Fim de Ano” também englobará o período do Carnaval, de 9 a 14 de fevereiro

Brasileiros que vivem em diversas partes do mundo aproveitam o período de festas para rever parentes e visitar amigos

A Operação Fim de Ano começou, na sexta-feira (15), em 15 aeroportos brasileiros. Serão 67 dias de reforço nos serviços para atender à alta demanda do período, em um procedimento padrão acordado e alinhado anualmente entre setor público e iniciativa privada. Neste ano, a operação também englobará o período do Carnaval, de 9 a 14 de fevereiro. Entre esses passageiros, estão inúmeros imigrantes que vivem em diversas partes do mundo e aproveitam o período de festas para rever parentes e visitar amigos.

O regime especial de funcionamento tem a meta operacional de manter o índice médio de atrasos e de decolagens abaixo de 15%. A expectativa é de que, até o dia 19 de fevereiro, cerca de 35,58 milhões de passageiros movimentem os 15 terminais em viagens de Natal, Ano Novo, férias escolares e Carnaval. Juntos, esses aeroportos devem registrar cerca de 279,6 mil pousos e decolagens, e representar 80% do total do fluxo de viajantes no Brasil.

São eles: Guarulhos, Congonhas e Viracopos (SP), Galeão e Santos Dumont (RJ), Brasília (DF), Confins (MG), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Salvador (BA), Curitiba (PR), Manaus (AM), Fortaleza (CE), São Gonçalo do Amarante (RN) e Cuiabá (MT). Ao todo, 11,8 mil profissionais estarão envolvidos no esquema especial dos 15 terminais.

Além disso, os órgãos públicos alocarão cerca de 1.705 servidores nas funções de alfândega, fiscalização e barreiras sanitárias nos aeroportos envolvidos. A operação inclui o desenvolvimento de ações coordenadas entre aeroportos em caso de nível crítico de condições meteorológicas adversas (suspensão temporária de operações).

. Conforto e segurança:

De acordo com Dario Rais Lopes, secretário Nacional de Aviação Civil do Ministério dos Transportes, haverá atenção redobrada, para garantir a fluidez do serviço e, ao passageiro, nível máximo de conforto, segurança e todos os demais direitos a ele reservados. Lopes sugere que os passageiros cheguem ao aeroporto para o embarque com antecedência de 1 hora e 30 minutos para voos domésticos e 2 horas e 30 minutos para voos internacionais.

O secretário também relembra que, após a vigência da Resolução nº 400 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) sobre as bagagens, é preciso ficar atento ao padrão estabelecido pelas companhias aéreas em relação ao tamanho da bagagem de mão e ao limite de até 10 kg por passageiro.

Para obter mais informações sobre malas, direitos do passageiro, check-in, passageiros com necessidades especiais, inspeção de segurança, transporte de animais, entre outros temas, acesse o Novo Guia do Passageiro: http://www.transportes.gov.br/novoguiadopassageiro/

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend