Imigrantes terão melhor acesso via internet com o Brasil

Foto6 Centro Espacial de Kourou Imigrantes terão melhor acesso via internet com o Brasil
Com investimento de R$ 2 bilhões e lançado a partir do Centro Espacial de Kourou (detalhe), na Guiana Francesa, equipamento terá uso civil e militar

O novo satélite permitirá acesso à conexão em banda larga a todos os locais do país

O presidente da República, Michel Temer, afirmou, na quinta-feira (4), que o lançamento do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) vai democratizar a tecnologia digital no Brasil porque possibilitará acesso à conexão em banda larga a todos os locais do país. Em virtude disso, os imigrantes de diversas partes do mundo terão melhor acesso via internet com o Brasil.

Após um investimento de mais de R$ 2,7 bilhões do governo federal, dividido entre os ministérios da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e da Defesa, o equipamento foi lançado ao espaço na noite de hoje.

O satélite pesa quase 6 toneladas, tem 5 metros de altura e vai ficar posicionado a uma distância de 36 mil quilômetros da superfície da Terra, cobrindo todo o território brasileiro e o Oceano Atlântico.

“Nós vamos democratizar o fenômeno digital no nosso país, já que a banda larga vai atingir todos os recantos do nosso país”, disse Temer, em pronunciamento aos jornalistas após acompanhar o lançamento no Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), em Brasília.

Lançado a partir do Centro Espacial de Kourou, na Guiana Francesa, o SGDC terá uso civil e militar. Além da banda larga, será possível tramitar informações que envolvem a área de defesa e governamental a partir da banda X.

“Ou seja, quem estiver lá no Amazonas ou outro canto do nosso país, poderá ter acesso à banda larga e, portanto, volto a dizer, democratizando o sistema digital no nosso país”, completou.  “Acho que é um grande momento para o nosso governo, naturalmente, para o Estado brasileiro e para o povo brasileiro”, disse o presidente.

 

Sobre o autor

O jornalista Leonardo Ferreira é formado em Comunicação Social pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso – FACHA, sediada no Rio de Janeiro - RJ.

Related posts

Comentários

Send this to a friend