Impossível descrever, diz mãe de brasileiro esfaqueado em NY

Foto13 Mateus Martins Machado Impossível descrever, diz mãe de brasileiro esfaqueado em NY
“Agora, eu posto esta para comunicar que tive alta hospitalar e agradecer por toda a energia positiva que me enviaram!” Postou Mateus Martins no Facebook

Mateus Martins Machado foi atacado quando tirava uma “selfie” nas imediações do Columbus Circus

A professora gaúcha Solange Martins postou nas redes sociais uma mensagem de desabafo com relação ao incidente que ocorreu com o filho, o advogado Mateus Martins Machado, de 25 anos, em Manhattan (NY). O brasileiro foi esfaqueado no abdômen por um morador de rua quando tirava uma “selfie” em frente a um hotel nas proximidades do Columbus Circus, no coração de Nova York.

“Ele sabe o quanto sou nervosa e preocupada. Mantinha contato seguido comigo, mas não dizia o que estava acontecendo”, postou. Em entrevista ao portal G1, Solange relatou que “impossível descrever um sentimento tão ruim. Uma angústia muito grande por não estar perto dele e saber o que realmente ele sofreu”.

Ela acrescentou que Mateus já foi liberado do hospital e agora está hospedado na casa de uma amiga da família. Ainda em convalescência, o brasileiro postou em sua página no Facebook a fotografia tirada momentos antes de ser brutalmente atacado e sem motivos aparentes.

“Essa foi a foto que tirei segundos antes de passar pelos momentos mais angustiantes da minha vida. Agora, eu posto esta para comunicar que tive alta hospitalar e agradecer por toda a energia positiva que me enviaram! Os bons são maioria!” Postou.

. Entenda o caso:

Na tarde de domingo (3), um turista brasileiro foi esfaqueado no abdômen em Columbus Circus, no coração de Manhattan (NY). O incidente aconteceu aproximadamente às 1:30 pm quando Mateus Martins Machado, de 25 anos, esperava com suas bagagens na calçada em frente ao Trump International Hotel, nas proximidades do Central Park. O agressor foi um morador de rua e sem motivos aparentes. A vítima foi levada ao hospital local onde foi submetido à cirurgia.

“Eu estou tão nervoso e triste com esse incidente”, disse Machado ao jornal NY Post na ocasião, que tirava fotografias quando o indivíduo golpeou o abdômen dele.

“Eu tinha chegado há poucas horas nos Estados Unidos. Essa situação é muito triste para mim”, acrescentou.

A vítima, que já saiu do Weill Cornell Medical Center ainda se recupera da cirurgia, portanto, ainda não sabe quando poderá deixar o país para a visita planejada à Roma, Itália.

“Eu tenho que fazer uma pequena cirurgia”, disse ele ao Post quando ainda estava internado. “Eu tenho muita coisa para fazer no meu Mestrado em Direito na Europa e estou nesse hospital sem uma data exata para voltar para casa”.

O Departamento de Polícia de Nova York ainda procura o agressor, cujas testemunhas disseram parecer ser um morador de rua.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend