Irmão de Roberto Trevisan morre em acidente de parapente em MG

Foto25 Paulo Sergio Trevisan 002 1024x585 Irmão de Roberto Trevisan morre em acidente de parapente em MG
Pelo pioneirismo de Paulo Sérgio Trevisan na região, a rampa de voo livre passou a ser conhecida como a “Rampa do Baiano”

Paulo Sérgio Trevisan foi o pioneiro no voo livre na cidade de Poços de Caldas

Na tarde de sábado (16), o irmão do empresário do ramo da pavimentação, cantor e compositor nos EUA, Roberto Trevisan, morreu em decorrência de um acidente de parapente na cidade de Poços de Caldas (MG). Paulo Sérgio Trevisan, de 56 anos, popularmente conhecido na região como “Baiano”, perdeu o controle do aparelho e despencou de aproximadamente 120 metros de altura num local de difícil acesso. O trágico acidente ocorreu a 30 metros de distância da rampa de voo livre, num local chamado Cristo Redentor. Ele foi resgatado por uma equipe do Corpo de Bombeiros e ainda foi reanimado por um médico que estava no local, mas morreu de parada cardiorrespiratória assim que deu entrada na Santa Casa de Poços de Caldas.

Pioneiro no esporte radical na região, Paulo Sérgio construiu e saltou com sua primeira asa delta em 12 de dezembro de 1976. A partir daí, a rampa de voo livre passou a ser conhecida como a “Rampa do Baiano”. Ainda na juventude, a paixão pelo voo livre falou mais alto e ele se tornou conhecido pelos saltos de asa-delta.

. O acidente:

Conforme o Corpo de Bombeiros, testemunhas relataram que Trevisan perdeu o controle do parapente quando planava sobre a Serra de São Domingos, uma área de floresta relativamente fechada e íngreme. Inicialmente, a vela teria entrado em colapso e ele conseguiu recuperar o controle, entretanto, o problema se repetiu e Paulo Sérgio tentou acionar a vela reserva, mas já estava próximo demais do solo para impedir o choque fatal.

Ele era considerado um piloto experiente, apaixonado pelo esporte e sua morte prematura e inesperada chocou parentes e amigos. O Clube Poçoscaldense de Voo Livre (CPVL) postou em sua página no Facebook uma homenagem póstuma a Paulo Sérgio:

“Hoje, o nosso céu e a nossa comunidade inteira está em luto…. e não é simplesmente um luto…. somente as pessoas que conheceram o Baianinho sabem o quê e quem ele foi…… Uma pessoa de extrema luz, por onde ele passava, transmitia uma paz e uma simplicidade que não se compara e nem se copia… um brilho que chegava a ofuscar os nossos olhos!

Baianinho, obrigada por nos permitir a sua amizade, saiba que nós do voo livre amamos você e jamais olharemos para o céu lindooooo e não pensaremos em você!!!! Você é nossa inspiração!!! Para os leigos, no dia 12/12/1976 esta pessoa mega especial voou pela primeira vez com uma asa delta construída por ele mesmo em Poços de Caldas e este, além de ser o primeiro voo dele, foi o primeiro voo realizado na nossa cidade e, por isto, a nossa rampa se chama Rampa do Baiano.

Obrigada Baianinho pela oportunidade de nos transmitir o real valor da vida…. a simplicidade! Hoje, você realizou o seu maior voo…… Voe em paz nosso grande amigo…. e que a sua luz conforte o coração de sua família e de todos nós. CPVL”, diz a mensagem.

Até o fechamento dessa edição, ainda não haviam sido informadas as datas do velório e sepultamento de Paulo Sérgio Trevisan.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend