Joe Arpaio perde ação de US$ 300 milhões contra revista e redes de notícias

Foto14 Joe Arpaio Joe Arpaio perde ação de US$ 300 milhões contra revista e redes de notícias
O processo movido por Joe Arpaio falhou em provar malícia, determinou o Juiz Royce Lamberth, reconhecendo que a dificuldade de provar isso “é bastante árduo

Conhecido como “xerife caçador de ilegais”, ele alegou que a CNN, Huffington Post e Rolling Stone publicaram calúnias que prejudicaram a carreira política dele

Um juiz federal anulou a ação judicial de difamação no valor de US$ 300 milhões movida contra 3 veículos de comunicação por Joe Arpaio, também conhecido como “xerife caçador de ilegais”. Na quinta-feira (31), um magistrado em Washington cancelou o processo apresentado em dezembro de 2018 pelo ex-xerife do Condado de Maricopa, Arizona. Ele alegava que a CNN, Huffington Post e Rolling Stone publicaram calúnias que prejudicaram as chances dele conquistar um assento no Senado Federal e angariar verba de doadores e políticos republicanos.

O processo movido por Joe Arpaio falhou em provar malícia, determinou o Juiz Royce Lamberth, reconhecendo que a dificuldade de provar isso “é bastante árduo”.

“Entretanto, sem esse argumento, a ameaça de processos judiciais prejudicaria os nossos direitos preciosos embutidos na 1ª Emenda Constitucional  de envolver-se livremente em discurso político”, disse Lamberth.

Arpaio, de 87 anos, que foi condenado por ignorar ordens judiciais em 2017, posteriormente, recebeu clemência do Presidente Donald Trump, livrando-o da possibilidade de ser preso por realizar continuamente paradas de trânsito, cujo alvo eram motoristas hispânicos, apesar de ele ter sido ordenado por um juiz para suspender essa prática. A condenação resultou na prisão do ex-xerife, publicou o Huffington Post, em novembro de 2018. Neste mesmo mês, a revista Rolling Stone referiu-se a Arpaio como “ex-presidiário”, apesar da condenação por delito.

Posteriormente, a CNN entrou na polêmica quando o jornalista Cris Cuomo disse que Arpaio era um “criminoso condenado”, fazendo com que outros veículos de comunicação realizassem correções.

O advogado de Arpaio, Larry Klayman, disse que o ex-xerife planeja agora corrigir a ação judicial para que ela possa finalmente ser levada a julgamento por um corpo de jurados. Outros advogados de defesa dele, que prometeu recuperar o cargo perdido em 2016, também pediram à uma Corte de Apelações, em outubro, para anular a condenação.

“Isso é uma questão de manutenção doméstica judiciária”, disse o advogado Jack Wilenchick a um juiz. “Não é justo dizer que Joe Arpaio pode apelar a condenação dele, mas que ela poderá ficar para sempre”.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend