Brasileira grava mulher cair fatalmente de prédio em Newark

Foto24 Mulher caindo de predio Brasileira grava mulher cair fatalmente de prédio em Newark
Até a manhã de terça-feira (19), as autoridades locais não divulgaram mais informações sobre o caso. A identidade da vítima não foi revelada

Adriana Almeida mora no prédio vizinho e ouviu os gritos da mulher instantes antes do trágico incidente

Na tarde de sábado (16), uma mulher, cujo nome não foi divulgado pelas autoridades morreu após cair da janela do 3º andar de um prédio no bairro do Ironbound, em Newark. O trágico incidente ocorreu aproximadamente às 12:30 pm, na Ann Street, quase esquina com a New York Avenue. A vítima, de 62 anos, foi levada ao Hospital Universitário de Newark (UMDNJ), onde foi constatado o falecimento às 12:42 pm, informou o Departamento de Segurança de Newark.

“Esse incidente permanece sob investigação”, informou a polícia. “Entretanto, nesse ponto da investigação, não há nada que sugira que esta morte tenha sido suspeita ou resultado de homicídio”.

Até a manhã de terça-feira  (19), as autoridades locais não divulgaram mais informações sobre o caso. A identidade da mulher não foi revelada. Devido às cenas fortes e respeito à privacidade dos familiares da vítima, a equipe de reportagem do BV não publicará o link do vídeo.

. Cenas dramáticas:

Adriana Almeida, natural de Governador Valadares (MG), reside há 2 anos e meio no prédio vizinho onde ocorreu o trágico incidente. Ela relatou que há aproximadamente 1 semana ouvia os gritos da mulher, que moraria sozinha no prédio de 3 andares. Conforme relatos de outros vizinhos, eles não conseguiam dormir direito há vários meses devido aos gritos constantes.

“Ela gritava tipo uma águia; foi tudo muito rápido e, infelizmente, ela caiu antes que a polícia chegasse ao local”, relatou a valadarense. “Ela não aguentou e, o que quer que tenha sido, foi mais forte que ela”.

Ainda segundo Almeida, a vítima seria de nacionalidade portuguesa e congregava em uma igreja no bairro. A brasileira acionou a polícia assim que viu a mulher pôr a cabeça para fora da janela e começar a gritar, chamando a atenção dos vizinhos. Entretanto, ela caiu antes que os agentes chegassem ao local, após a ligação de emergência (911). A vítima teria parentes que residem na cidade vizinha de Harrison. Posteriormente, os agentes interrogaram alguns vizinhos da mulher.

. Grupo de ajuda:

No início de 2017, a Fundação João José Santos realizou uma palestra grátis sobre prevenção do suicídio em New Jersey. Durante o encontro, foram abordados os seguintes tópicos: Formas de lidar com a depressão, como uma alimentação saudável pode beneficiar quem sofre de depressão, como reconhecer sinais de suicídio e estabelecer um plano de ajuda, recursos comunitários disponíveis, entre outros. O programa, em português e inglês, é aberto ao público. A Fundação foi criada em homenagem ao imigrante português João José Santos, que perdeu a luta contra a depressão. Com frequência, a entidade realiza palestras e organiza grupos de apoio, em língua portuguesa, sobre o tema. Mais informações sobre a João José Santos podem ser obtidas através do website: www.thejohncharitable.org, e-mail: [email protected] ou tel.: (908) 707-1699.

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend