Mais um brasileiro é preso pelo ICE ao chegar ao tribunal

Foto13 Tribunal Distrital de Hingham3150 Mais um brasileiro é preso pelo ICE ao chegar ao tribunal
Marcos Segheto foi detido no interior do Tribunal Distrital de Hingham (detalhe)

Marcos Segheto seguia para uma audi6encia na Corte Distrital de Hingham quando foi detido

Na manhã de quinta-feira (26), Marlia Granigna acompanhou Marcos Segheto, natural de São Sebastião do Anta (MG), morador em Rockland (MA), à uma audiência no Tribunal Distrital de Hingham, Massachusetts. O jovem responderia à acusação de porte ilegal de arma (faca) numa festa ocorrida em Rockland (MA). Entretanto, ao entrarem no prédio, foram abordados por agentes do Departamento de Imigração (ICE), que detiveram Marcos.

“Algumas desinformadas criticam os jornais por eles estarem divulgando que a Imigração não está de brincadeira e tem detido pessoas em todos os locais. Mas isso é a mais pura verdade”, disse Marlia ao jornal Brazilian Times. “Eu fui contratada pela família para acompanha-lo, ajudar em questão de intérprete, buscar um bom advogado e orientar sobre processos na Corte. Muitos que vão ao Tribunal ficam perdidos e precisa de um profissional que os oriente”.

Os agentes prenderam Segheto mesmo antes que ele comparecesse perante o juiz. “Havia oito oficiais no corredor por onde passamos e eles nos abordaram e fizeram várias perguntas, inclusive se eu era cidadã e se estava legal no país. Depois disseram que levaria o Marcos para o centro de detenção para imigrantes em Burlinghton (MA)”, relatou Granigna.

Marcos possui dupla cidadania e entrou nos Estados Unidos com o passaporte italiano, que dispensa visto para entrar no país (Waiver). Caso seja deportado, ele será enviado diretamente à Itália e não ao Brasil, onde nasceu. Os visitantes beneficiados pelo programa Waiver não têm o direito à audiência com um juiz de imigração, portanto, passíveis de serem deportados a qualquer momento.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend