Melania não passaria no teste de imigração apoiado por Trump

Foto6 Donald e Melania Trump Melania não passaria no teste de imigração apoiado por Trump
Nascida na Eslovênia, Melania casou-se com Trump em 2006

A Primeira Dama totalizaria 21 pontos (o mínimo são 30), portanto, não qualificaria para o visto

O Presidente Donald Trump casou-se com duas imigrantes, mas o processo obscuro em que a 3ª esposa dele, Melania Trump, imigrou para os EUA, trabalhou no país como modelo tornou-se um tema conflitante durante a campanha eleitoral. Trump teve como plataforma o ataque à imigração em geral, focalizando nos imigrantes indocumentados. Na semana passada, o Presidente apoiou um projeto de lei que inclui um sistema baseado no “mérito”, o que pode renovar o interesse no histórico migratório da Primeira Dama. Isso porque, se tal sistema fosse implantado quando Melania imigrou para os EUA em 1996, ela não teria nenhuma condição de permanecer no país, começar a carreira como modelo fotográfico e conhecer o marido rico.

O histórico migratório de Melania tornou-se interesse da mídia depois que o jornal New York Post publicou fotos dela nua  e levantou dúvidas se essas fotos foram tiradas quando ela ainda portava visto de turista. Artigos posteriores relatam que ela entrou nos EUA em agosto de 1996 com visto de turista. Poucos meses depois, ela obteve o visto H-1B para “trabalhadores com habilidades extraordinárias”. Existem dúvidas se ela trabalhou antes de obter o visto H-1B, assim como obteve o green card em 2001, devido a “habilidade extraordinária dela como modelo”, antes de se casar com Trump em 2006 e se tornar cidadã americana.

. Corte na imigração legal:

O ato “Reforming American Immigration for Strong Employment (RAISE) visa reduzir em 50% o número de imigrantes com baixa qualificação profissional que recebem a residência permanente (green card). A proposta tem como base o sistema de mérito, avaliando os aspirantes a imigrante conforme a idade, educação, domínio da língua inglesa, oferta de salários altos, prémios internacionais e comprometimento com investimentos. O projeto de lei favorece pessoas com idade entre 26 anos e 30, com doutorados em Ciência, Tecnologia, Engenharia ou Matemática (STEM), domínio do idioma inglês, oferta de salários a partir de US$ 150 mil, recebimento do Prêmio Nobel ou outro de nível compatível.

. Melania X requisitos:

Na ocasião em que Melania imigrou aos EUA, ela preencheria apenas 1 requisito: 26 anos de idade. Ela provavelmente falava algum inglês, para viajar pelos EUA, mas já seria fluente? Essa possibilidade é questionável. A atual primeira dama alegou que se graduou na universidade na nativa Eslovênia, mas apagou essa menção de sua biografia no website oficial da Casa Branca, alegando que “deu uma pausa nos estudos” na Universidade de Ljubljana “para avançar a carreira de modelo em Milão e Paris”. Portanto, ela tem o equivalente ao diploma estrangeiro do Ensino Médio. Além disso, não há registros que ela recebia salários altíssimos no início da carreira e que tenha recebido o Prêmio Nobel ou uma medalha olímpica. Na melhor das hipóteses, Melania totalizaria 21 pontos (o mínimo são 30 pontos), portanto, a Primeira Dama dos EUA não qualificaria para o visto.

Júlia Ioffe, jornalista da CNN, nascida na Rússia e que imigrou aos EUA ainda na infância e não falava uma palavra de inglês, comentou que Melania é “o tipo certo de imigrante”. Pelo menos na mente de Trump e seus simpatizantes.

“Ela é uma mulher branca, bonita e natural da Europa e nós gostamos desse tipo”, concluiu Ioffe.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend