NJ: Condado de Cape May luta na justiça para ajudar o ICE

Foto5 Robert Nolan NJ: Condado de Cape May luta na justiça para ajudar o ICE
“Tentamos trabalhar com a Procuradoria Geral da República para mostrar ao Estado por que esse programa é tão importante”, disse o Xerife Robert Nolan

Os escritórios do xerife nos condados de Cape May e Monmouth eram os únicos em New Jersey a ter assinado tais acordos com o ICE

O xerife e o governo do Condado de Cape May estão processando o Estado de New Jersey e o procurador-geral depois que a administração do Governador Phil Murphy impôs restrições sobre como e quando as autoridades locais podem colaborar com autoridades federais de imigração. Em 2018, o procurador-geral do estado, Gurbir Grewal, principal autoridade policial de New Jersey, divulgou a “Diretiva de Confiança dos Imigrantes” (ITD), que limita quando a polícia local pode apurar o status migratório de alguém e transferir imigrantes indocumentados para o Departamento de Imigração & Alfândega (ICE).

Em setembro, Grewal ampliou a diretriz. Ele anunciou que estava impedindo qualquer departamento de polícia local de assinar acordos 287(g) com a ICE. Conforme esses acordos, o ICE treina os policiais locais sobre as leis federais de imigração e concede-lhes algum poder para fazer cumprir as leis.

Os escritórios do xerife nos condados de Cape May e Monmouth eram os únicos em New Jersey a ter assinado tais acordos com o ICE. A ação judicial alega que as decisões de Grewal são inconstitucionais e coloca em risco os moradores de Cape May.

“Tentamos trabalhar com a Procuradoria Geral da República para mostrar ao Estado por que esse programa é tão importante”, disse o xerife do condado de Cape May, Robert Nolan, em comunicado nesta quarta-feira (16). “Ficamos sem outra opção senão levar esse assunto ao tribunal. Agradeço a muitos moradores do condado de Cape May que expressaram seu apoio a mim”.

O Condado entrou em acordo com o ICE em abril de 2017. Autoridades do Condado relataram que denunciaram e mantiveram presos imigrantes indocumentados acusados de crimes graves, de acordo com o processo judicial. São cerca de 4 ou 5 pessoas por ano, segundo os documentos.

O Condado de Ocean entrou com uma ação judicial separada no mês passado contra a Procuradoria Geral do Estado por causa da “Diretiva de Confiança dos Imigrantes”.

Trump, republicano, endureceu as leis de imigração e criticou os imigrantes indocumentados, um foco em seus quase 3 anos como presidente, provocando críticas de democratas e ativistas. Grewal, que foi nomeado por Murphy, um democrata, entrou com vários processos judiciais contra o governo Trump. O Procurador alega que esses acordos forçam os imigrantes às sombras e tornam as comunidades menos seguras.

“Nosso trabalho aqui é fazer cumprir as leis criminais de nosso estado”, disse Grewal durante uma entrevista coletiva em setembro. “O trabalho deles é fazer cumprir as leis federais de imigração. Eles devem fazer seus trabalhos. Nós faremos nossos trabalhos”.

Leland Moore, porta-voz da Procuradoria Geral da República, se recusou a comentar os detalhes do processo no condado de Cape May.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend