Novo prefeito da Filadélfia corta cooperação com o ICE

Foto17 Michael Nutter e Jimmy Kenney 300x172 Novo prefeito da Filadélfia corta cooperação com o ICE
Jim Kenney recebe os parabéns do ex-prefeito da Filadélfia, Michael Nutter

Jim Kenney assinou uma ordem executiva que rescinde a colaboração com o programa Comunidades Seguras

Há apenas poucas depois de assumir o cargo, o novo prefeito da Filadélfia, Jim Kenney, assinou uma ordem executiva que rescinde a colaboração da cidade com o controverso programa Comunidades Seguras, lançado pelo Departamento de Imigração (ICE) em 2008. O programa Comunidades Seguras exige que a polícia local colabore com agentes do ICE na busca por imigrantes indocumentados presos nas penitenciárias e delegacias. A decisão de Kenney ocorreu um dia depois da série de batidas migratórias realizadas pelo ICE em todo o país e que foram condenadas por ativistas defensores dos imigrantes.

“Em seu primeiro dia no cargo, o novo prefeito eleito Kenney reafirmou que a Cidade de Filadélfia é de fato a Cidade do Amor Fraternal”, disse Erika Almiron, diretora da ONG Juntos. “O ICE atingiu novos níveis de medo em nossas comunidades e o Prefeito Kenney está deixando claro que as autoridades locais não têm nada a ver com isso”.

A ação de Kenney não afasta a participação da Filadélfia no Programa de Prioridade no Cumprimento da Lei (PEP), que foi estabelecido pelo secretário do Departamento de Segurança Interna (DHS), Jeh Johnson, em 2014, como substituto para o Comunidades Seguras. O programa utiliza dados biométricos para priorizar a deportação dos imigrantes detidos que foram “condenados de crimes listados pelo DHS como prioridades migratórias, membros de gangues, auxiliares de gangues ou representem perigo à segurança nacional”, conforme o site do ICE.

Apesar de o PEP ter sido elogiado por Johnson, ativistas de ambos os lados do debate migratório têm dúvidas com relação a ele. Os defensores dos imigrantes alegam que ele alimenta a desconfiança entre as comunidades imigrantes e as autoridades, enquanto aqueles favoráveis ao endurecimento das leis o consideram deficiente e uma ameaça à segurança das comunidades.

Em 2014, o antecessor de Kenney, o Prefeito Michael Nutter, eleito duas vezes, assinou uma ordem similar que impede que a polícia detenham indocumentados somente por seu status migratório, sem um mandado assinado por um juiz. Entretanto, Nutter assinou uma ordem executiva, em 22 de dezembro, inscrevendo a Filadélfia no PEP, recebendo uma nota de agradecimento de Johnson, enfurecendo grupos defensores dos direitos dos imigrantes.

Na ocasião, Kenney disse querer manter o status da Filadélfia como “Cidade Santuário”.

Antes de assumir o cargo na segunda-feira (4), como o 99º prefeito da Filadélfia, o democrata de 57 anos atuou no Conselho Municipal durante mais de 20 anos, antes de ser eleito prefeito em novembro. Durante sua atuação como membro do Conselho, Kenney trabalhou na desigualdade, imigração, direitos dos gays e reforma do sistema criminal. Ele tem destacado as suas origens irlandesas e educação jesuíta como as influências que o tornaram atraído sobre esses temas.

Durante um discurso breve na segunda-feira na Academia de Música, Kenney frisou suas prioridades, incluindo pobreza, jardim de infância universal, gentrificação e escolas de qualidade para todas as vizinhanças. “As nossas crianças não devem pegar três ônibus para frequentar uma boa escola”, disse ele.

Kenney também citou a segurança nos bairros e a relação entre a polícia e as comunidades. “A vida dos negros importa sim”, disse ele sob aplausos entusiasmados, acrescentando que os policiais trabalham arduamente e riscam suas vidas todos os dias.

O novo prefeito concluiu o discurso desejando que os moradores na Filadélfia possam se unir para tornar a cidade mais justa a todos. “O governo simplesmente não pode fazer isso sozinho”, disse ele. “Nós precisamos do nosso comércio, nossas ONGS, nossas universidades e que todos os moradores façam fila na mesma direção”.

 

Sobre o autor

O jornalista Leonardo Ferreira é formado em Comunicação Social pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso – FACHA, sediada no Rio de Janeiro - RJ.

Related posts

Comentários

Send this to a friend