NRA processa a Flórida por lei de controle de armas

Foto19 Rick Scott NRA processa a Flórida por lei de controle de armas
O Governador Rick Scott assinou a lei que eleva para 21 anos a idade mínima para a compra de armas na Flórida

A entidade alegou que a nova legislação viola a 2ª Emenda Constitucional

Na sexta-feira (9), poucos minutos depois que o governador da Flórida, Rick Scott, assinou uma lei de controle de armas, a Associação Nacional do Rifle (NRA) apresentou uma ação judicial contra a nova legislação. A entidade alegou que ela viola a 2ª Emenda Constitucional porque aumenta a idade mínima para a compra de armas de 18 para 21 anos. Embora as pessoas não possam beber um copo de cerveja na Flórida até que completem 21 anos, a NRA argumentou no processo que, de alguma forma, a nova lei é inconstitucional. A 2ª Emenda Constitucional garante aos americanos o “direito de portar armas”.

“Essa legislação pune os moradores que obedecem as leis em detrimento aos atos criminosos de um indivíduo instável”, alegou Chris Cox, diretor executivo da NRA. “Aumentar a segurança em nossas escolas e proteger os direitos constitucionais dos americanos não são mutuamente exclusivos”.

Entretanto, a maioria dos legisladores na Flórida discorda disso. Pela primeira vez em mais de duas décadas, o senado e câmara dos deputados estaduais aprovaram uma lei de controle de armas que, além de aumentar a idade para a compra, implanta 3 dias de espera na compra de armas e proíbe no estado a venda do “bump stocks”; um aparato que torna rifles semiautomáticos em automáticos. A nova lei também libera fundos para a criação e manutenção de um programa estadual que treinará funcionários dispostos a portar armas em escolas, uma emenda que o NRA apoia vigorosamente.

A aprovação histórica do projeto de lei na sexta-feira ocorreu pouco tempo depois do massacre que deixou 17 pessoas mortas e dezenas feridas. O atirador, Nikolas Cruz, de 19 anos, comprou legalmente um rifle de assalto AR-15 que ele usou para matar os ex-colegas de escola e professores; algo que seria impossível caso a nova lei estivesse em vigor. Sessenta e sete republicanos, apesar de serem apoiados pela NRA, votaram a favor da legislação. O Governador Rick Scott, outro favorito da entidade, ignorou os pedidos do lobby de armas para vetar a proposta, dizendo aos repórteres: “Esta é a hora de nos unirmos, arregaçar as mangas e fazê-lo”.

Sobreviventes do massacre de 14 de fevereiro na escola Marjorie Stoneman Douglas High School comemoraram com cautela a nova lei. “Eu acho que seja um pequeno passo num movimento bastante maior”, disse David Hogg, um adolescente de 17 anos que perdeu amigos na chacina. “Se eu estou feliz em ver ação? Sim. Eu acho que seja suficiente? Não. Eu estou orgulhoso em ver o Governador Rick Scott enfrentar os donos dele na NRA, embora ele ainda receba muito dinheiro deles”.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend