Omarosa diz que Trump deportaria Melania caso se desentendessem

Foto30 Donald Melania e Omarosa Newman Omarosa diz que Trump deportaria Melania caso se desentendessem
“Caso a Melania decida humilhá-lo e deixa-lo enquanto ele ainda estiver no cargo, Trump encontraria uma forma de puni-la”, escreveu Newman

A antiga auxiliar na Casa Branca alegou que o Presidente teria coragem de deportar a própria esposa se ela o deixasse

Omarosa Manigault Newman alega em seu livro, inspirado no período em que serviu como auxiliar na Casa Branca,  que o Presidente Donald Trump encontraria uma forma de invalidar a cidadania americana da 1ª dama, Melania, caso eles se desentendam. Conforme o jornal The Mercury News, ela especula na nova obra que o Presidente descobriria uma forma de deportar a esposa para a Eslovênia, país natal dela, se ela resolver deixa-lo durante o tempo no cargo. O nome do livro é “Unhinged: Na Insider’s Account of the Trump White House” (Desequilibrado: O Comentário de Alguém Dentro da Casa Branca de Trump).

“Uma vez que ele sabe muito bem como ela adquiriu a cidadania, ele poderia, caso haja qualquer coisa ilícita, expor os métodos e de alguma forma invalidá-la”, escreveu Newman. “Ele é um homem vingativo, então, não acho que deixaria qualquer coisa passar”.

A primeira dama teria adquirido o green card através de um programa desenvolvido especificamente para pessoas com “habilidades extraordinárias”, conhecido como visto EB-1 ou “visto de Einstein”. Ela tornou-se cidadã americana naturalizada em 2006. Tal programa é reservado para pessoas como pesquisadores acadêmicos e executivos de empresas multinacionais, além de indivíduos aclamados nacionalmente e internacionalmente.

“Caso a Melania decida humilhá-lo e deixa-lo enquanto ele ainda estiver no cargo, Trump encontraria uma forma de puni-la”, escreveu Newman. “Este é o tipo de homem que disse que se perdoaria na investigação do Mueller. Por que não auto perdoar de uma suposta vingança de visto? “

Omarosa parece sugerir que o Presidente acha que a esposa dele possa ter mentido para conseguir o green card (residência permanente) e, portanto, Trump teria a coragem de expor a mentira de Melania para deportá-la, se ela o deixasse antes do mandato. Cidadãos naturalizados podem ser “desnaturalizados” e sujeitos à deportação por diversos motivos, incluindo falsificação e omissão de fatos relevantes ou recusar a testemunhar perante o Congresso.

Stephanie Grisham, porta-voz da primeira dama, respondeu as alegações publicadas no livro de Newman de que Melania Trump não pode esperar para a administração do marido acabar para divorciá-lo. As duas “raramente, sequer nunca, interagiram”, durante o tempo de Omarosa na Casa Branca, disse a porta-voz.

“É desanimador ver que ela está criticando e retaliando de forma tão conveniente, especialmente depois de todas as oportunidades dadas à ela pelo Presidente”, disse Grisham.

Através de postagens no Twitter, Trump chamou Newman de “cachorra”, “louca e desequilibrada” e “baixo nível”. Além disso, a administração dele tentou abalar a credibilidade da ex-ajudante, considerando o livro dela “repleto de mentiras”.

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend