Pastor “sexorcista” foge para a América Central após pagamento de fiança

Foto23 Gregorio Martinez  Pastor “sexorcista” foge para a América Central após pagamento de fiança
Em julho de 2017, Gregório Martinez foi sentenciado a 4 anos de detenção por ter molestado sexualmente um menino de 13 anos

Gregório Martinez fugiu para a América Central depois de ter pago a fiança

Na sexta-feira (26), um pastor evangélico em North Bergen e que se autodenominava “exorcista” foi considerado culpado de burlar os termos da liberdade condicional. Após pagar fiança, o réu fugiu para a América Central e não compareceu a audiência na qual era acusado de molestar sexualmente um menino.

Alguns dos apoiadores de Gregório Martinez, de 50 anos, estavam presentes quando o veredito foi lido, às 4:25 da tarde, seguido de uma audiência rápida perante a Juíza da Corte Superior do Condado de Hudson, Mirtha Ospina, no Hudson Count Administration Building em Jersey City. Ele demonstrou desapontamento depois da leitura do veredito. Após a liberação dos jurados, o réu olhou para o seus apoiadores e foi levado embora. Desta vez, ele aguardará a sentença atrás das grades.

Em 25 de fevereiro de 2015, Martinez, que se autodenominava profeta e que falava “em línguas”, foi considerado culpado de tocar as partes genitais de um menino de 13 anos e beijá-lo nos lábios no interior do carro da mãe do menor, em 2012. Ele foi liberado depois de pagar fiança e, então, foi posto em liberdade condicional enquanto aguardava a leitura da sentença. Quando chegou o dia da audiência, ele havia desaparecido.

Martinez foi detido em Honduras no final de agosto de 2017. Ele então foi transferido para um centro de detenções em Miami (FL). Porque ele lutou contra a extradição para New Jersey, ele somente retornou ao Condado de Hudson vários meses depois. Em julho, o réu foi sentenciado a 4 anos de detenção por ter molestado sexualmente o menino de 13 anos. Ele enfrenta a possibilidade de ser condenado entre 3 a 5 anos de prisão por ter violado os termos da fiança por Ospina, em 2 de março.

Além disso, Gregório possui outros 3 casos pendentes envolvendo abuso sexual.

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend