Patrulheiro atira em russo que tentava entrar clandestinamente nos EUA

Foto20 Agente CBP Patrulheiro atira em russo que tentava entrar clandestinamente nos EUA
O CBP informou que o indivíduo ferido foi levado para um hospital de Phoenix com ferimentos não fatais. O agente de fronteira não ficou ferido (Foto: CBP)

O agente do CBP tentava prender o indivíduo, pouco depois das 7:15 pm, na fronteira a leste de Lukeville, Arizona

Um agente da Patrulha da Fronteira (CBP) atirou e feriu um cidadão russo que parecia estar tentando entrar ilegalmente nos Estados Unidos através da fronteira com o México, informaram as autoridades.

O patrulheiro tentava prender o indivíduo, pouco depois das 7:15 pm, na fronteira entre os dois países a leste de Lukeville, Arizona, divulgou o CBP através de um comunicado.

“Quando o agente tentou prendê-lo, houve um confronto físico, e o agente disparou sua arma de fogo, atingindo o indivíduo”, detalhou o CBP.

A agência disse que o indivíduo ferido foi levado para um hospital de Phoenix com ferimentos não fatais. O agente de fronteira não ficou ferido.

O FBI e a Equipe de Uso de Força do CBP estão investigando o caso.

Entre 3 e 6 de outubro, agentes do CBP prenderam 24 imigrantes e um procurado pela justiça em um posto de controle de imigração instalado perto a Lebanon (NH), segundo as autoridades. A blitz ocorreu na rodovia Interestadual 89.

O Departamento de Imigração (ICE) divulgou que entre os imigrantes presos, estavam indivíduos naturais do Brasil, República Dominicana, Equador, Guatemala, Honduras, México e Rússia. Sete deles haviam sido deportados anteriormente e foram presos por reentrada clandestina após uma deportação. Os agentes também encontraram um cidadão dos EUA com um mandado de prisão pendente. Os funcionários não divulgaram a natureza do crime ou a procedência dele.

Quatro dos imigrantes foram presos no posto de controle, segundo as autoridades. O restante foi detido próximo ao local.

“As operações de posto de verificação são uma ferramenta fundamental para a aplicação de nossas leis de imigração e fazem parte da nossa estratégia de defesa”, disse William Maddocks, chefe assistente do CBP em Swanton (NH), em comunicado. “Além de tecnologia, mão-de-obra e inteligência, estes postos ajudam a controlar e impedir o acesso às principais rotas de saída da fronteira para as nossas comunidades no interior do país”.

As autoridades relataram também que foi apreendida grande quantidade de maconha, além dos 24 imigrantes e do fugitivo procurado.

Os agentes entregaram os migrantes aos oficiais do Departamento de Operações de Imigração e Remoção (ERO), órgão subordinado ao ICE, para iniciar os procedimentos de deportação.

Os 7 imigrantes previamente deportados podem ser processados sob acusações criminais federais e, dependendo das circunstâncias, podendo enfrentar até 20 anos de prisão federal se forem condenados. Os agentes entregaram o cidadão dos EUA ao escritório do xerife do condado de Swanton (NH).

O setor de Swanton é responsável pela segurança nas fronteiras de Vermont, New Hampshire e nordeste de Nova York, explicaram as autoridades.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend