Polícia desbarata rede de tráfico humano e prostituição em NJ

Foto19 Chin Pang Liu Yonglian Liu e Dong Teng Polícia desbarata rede de tráfico humano e prostituição em NJ
Chin Pang Liu, Yonglian Liu e Dong Teng são acusados de tráfico humano, prostituição e lavagem de dinheiro (Foto: Departamento de Polícia)

Vizinhos denunciaram às autoridades o movimento constante de pessoas que entravam e saíam de uma residência em Colonial Lake

A denúncia pediu ao Departamento de Polícia de Lawrence para investigar uma casa na Lakedale Drive na cidade de Colonial Lake. Os vizinhos perceberam que muitas pessoas entravam e saíam da residência e de caminhonetes. O incidente ocorreu há 2 anos, em setembro de 2016. As autoridades realmente investigaram o caso e, na sexta-feira (2), informaram que aquela denúncia levou a um caso enorme, o qual envolvia tráfico humano, prostituição, lavagem de dinheiro, além de um restaurante chinês, um spa e 5 residências no Condado de Mercer e um outro restaurante no Condado de Bucks (PA).

“Os residentes são os nossos olhos e ouvidos, portanto, continuam a ser um elemento valioso na manutenção da segurança pública”, disse o Promotor Público Ângelo Onofri, do Condado de Mercer, enquanto anunciava as 3 prisões e buscas em 8 localizações, na quinta-feira (1). Entre os detidos estava Chin Pang Liu, proprietário da casa em Lakedale e o dono principal do Fusion House, um restaurante chinês em Brunswick Pike. Ele também é o proprietário do Golden China Restaurant no Floral Vale Boulevard em Lower Makefield (PA), vizinho à cidade de Yardley.

Os promotores detalharam que ele transportava os trabalhadores nos restaurantes dele e que eles eram contratados de forma fraudulenta: Eles recebiam salários abaixo da hora mínima permitida em New Jersey e os impostos devidos não eram coletados. Os trabalhadores em horário integral não recebiam benefícios empregatícios.

Liu era o dono e dirigia os veículos que chegavam e saíam da residência em Lakedale. Na casa principal dele, os detetives descobriram grandes somas de dinheiro empacotado, totalizando cerca de US$ 50 mil. A declaração do imposto de renda de Liu indicava que ele recebeu US$ 100 mil em 2016. Os documentos e o dinheiro, disseram os promotores, indicam que ele sonegava o imposto de renda.

Chin Liu, de 47 anos, é acusado de tráfico humano e sonegação de impostos. “Trata-se de um caso clássico de pessoas serem isoladas, exploradas e presas numa situação de trabalho forçado”, disse Onofri. “Nós continuaremos a trabalhar com os nossos parceiros na área de segurança no resgate dessas vítimas vulneráveis para garantir que os traficantes de seres humanos enfrentem a rigidez da lei”.

Enquanto monitoravam os locais ao longo dos últimos 2 anos, os detetives perceberam que um dos funcionários de Liu, Yonglian Liu, de 34 anos, ia frequentemente no Anna Nails & Massage, também em Brunswick Pike, e pegava o que parecia ser dinheiro do spa para o Golden China. O Anna Nails & Spa, segundo os promotores, oferecia serviços de prostituição. Yonglian Liu e a proprietária do spa, Dong Teng, de 45 anos, estão sendo acusados de promover prostituição e manter um bordel.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend