Polícia inglesa encontra 39 corpos de imigrantes dentro de caminhão

Foto3 Caminhao Inglaterra Polícia inglesa encontra 39 corpos de imigrantes dentro de caminhão
As autoridades inglesas acreditam que o caminhão tenha saído da Bulgária com destino à Inglaterra (Foto: SwissInfo)

O veículo com os corpos no interior da carroceria foi encontrado no Condado de Essex, Inglaterra

Na quarta-feira (23), um político britânico culpou a terrível descoberta de 39 corpos no interior da carroceria de um caminhão ao “vil” tráfico de seres humanos. Os cadáveres, incluindo pelo menos 1 adolescente, foram encontrados no Condado de Essex, de madrugada, na parte de trás de um caminhão, o qual as autoridades acreditam ter vindo da Bulgária. O motorista do veículo foi preso e acusado de homicídio.

O membro do Parlamento, Jackie Doyle Price, rapidamente culpou a “notícia dramática” ao tráfico humano. “As pessoas traficando representam um negócio vil e perigoso”, postou no Twitter. “Esperamos que eles (autoridades)  levem esses assassinos à justiça”.

Richard Burnett, diretor executivo do Road Haulage Association, também culpou o tráfico pelo o que ele considerou “tragédia”.

“Os nossos pensamentos estão com as famílias dos falecidos, mas, qualquer que tenha sido as circunstâncias, isso ressalta o perigo das gangues de imigrantes que traficam as pessoas em carrocerias”, postou ele no Twitter.

A quantidade de mortos pode ser a maior do gênero desde um caso similar ocorrido em 2000, quando 58 pessoas morreram na carroceria de um caminhão no Port of Dover. As vítimas sufocaram quando a ventilação foi cortada para evitar ser notada na passagem pela Alfândega. Na ocasião, o motorista, o holandês Perry Wacker, foi condenado a 14 anos de prisão por homicídio.

Ainda na quarta-feira (23), a polícia de Essex informou que ainda terá que identificar as 39 vítimas e a procedência delas. A chefe de Polícia Pippa Mills, que detalhou a possibilidade de “lentidão do processo”, também não divulgou o sexo das vítimas.

Especula-se que o caminhão tenha trafegado da Irlanda para Molyhead em Gales, no sábado (19), de barco, finalmente chegando a Grays, em Essex, onde foi encontrado à 1:40 da madrugada.

As autoridades búlgaras informaram que ainda não puderam confirmar as alegações da polícia de que o caminhão iniciou o trajeto rumo à Inglaterra no país. “Nós estamos em contato com a nossa embaixada em Londres e as autoridades britânicas”, disse a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Tsvetana Krasteva.

Um indivíduo, de 25 anos, natural da Irlanda do Norte, foi detido sob a suspeita de homicídio. Ele permanece detido, mas ainda não foi identificado e oficialmente acusado.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend