Postagem atacando policial brasileiro gera polêmica em MA

Foto20 Raoul Goncalves Postagem atacando policial brasileiro gera polêmica em MA
O policial Raoul Gonçalves informou que entrará na justiça com um processo de calúnia e difamação contra a página no Facebook (Foto: BT)
Foto20 Denuncia no Facebook Postagem atacando policial brasileiro gera polêmica em MA
Repleta de erros ortográficos e gramaticais, a postagem acusa Raoul Gonçalves de “intimidar, chantagear e prender as pessoas” na comunidade em Everett (MA) (Foto: BT)

A mensagem foi postada no grupo Bazar Boston Novo no Facebook e causou ultraje

Uma postagem feita no grupo Bazar Boston Novo no Facebook, administrado por Talita Teixeira, gerou polêmica. Um internauta, identificado como “Dryxwaterproofing Dryxwaterproofing Dryxwaterproofing”, fez ataques ao policial Raoul Gonçalves, alegando que o oficial está “infiltrado” na comunidade brasileira de Everett (MA) com o intuito de intimidar, chantagear e prender as pessoas. As informações são do jornal Brazilian Times.

Logo que a postagem entrou na rede social, na tarde de domingo (9), a produtora Márcia Pretto, membro da ONG “Mass Badge”, entidade beneficente que é dirigida por Raoul, entrou em contato com Talita pedindo para que ela retirasse a mensagem. A produtora alegou que, além de mentirosa, a postagem causava grande desconforto na comunidade e entre as pessoas que conhecem o trabalho social do policial. Ainda conforme Márcia, Talita teria respondido que estava na igreja, portanto, verificaria o caso assim que chegasse em casa. “A nota foi retirara do ar depois das 11 horas da noite”, relatou ela ao BT.

Inconformados, outros membros da Mass Badge entraram em contato com a redação do BT e consideraram a postagem covarde e irresponsável. “Raoul é um indivíduo que foi credenciado para construir um forte vínculo entre a comunidade brasileira e os policiais”, disse o comunicado. “(É) incompreensível que uma pessoa tão amiga e receptível com a comunidade possa ser alvo de ataques tão covardes”, acrescentou.

Raoul, anteriormente, foi lutador de chute-boxe reconhecido nacionalmente. Adepto das artes marciais, ele sempre ajudou pessoas com necessidades. A paixão dele acabou levando-o a se tornar policial, fundando o Mass Badge, uma ONG, como forma de ajudar os menos favorecidos. A organização é reconhecida a níveis municipais, estaduais e federais por assistir a comunidade, ajudar os menos favorecidos, incluindo muitos brasileiros. Além disso, a organização ajuda crianças necessitadas, pessoas doentes com vários tipos de doenças, incluindo raras. O esforço de Raoul é visto com muito orgulho por membros da comunidade brasileira e americana.

A postagem causou grande transtorno na vida pessoal e profissional de Raoul. Em decorrência disso, ele decidiu responsabilizar judicialmente o Bazar Boston Novo. Ele informou ao BT que entrará com um processo de calúnia e difamação, pois ao aceitar a publicação, o “grupo foi conivente com o ataque covarde”.

O BT pesquisou a página, no Facebook, da pessoa que fez a publicação, a qual supostamente estaria ligada a uma empresa que conserta problemas de encanação em porões. O site informa que o indivíduo atende nas regiões de Nova York e Connecticut. Além disso, a informação na página cita que ele tem vínculo com a empresa Dry X Waterproofing, com sede em Everett (MA).

A redação do BT também conversou com Talita Teixeira, mas através de uma assessora ela disse que iria se pronunciar após tomar conhecimento de toda a situação.

Related posts

Comentários

Send this to a friend