Preço da gasolina continua a aumentar em NJ

Foto22 Bomba de gasolina Preço da gasolina continua a aumentar em NJ
Apesar de os preços estarem mais baixos que o mesmo período em 2018, os motoristas podem esperar o aumento nas próximas semanas

O crescimento da demanda e a queda nos estoques dos EUA são os principais fatores do aumento no preço do combustível

Com o aumento da demanda e o esvaziamento nos estoques de gasolina, os preços nas bombas dos postos de gasolina continuam a aumentar. Apesar de os preços estarem mais baixos que o mesmo período em 2018, os motoristas podem esperar o aumento nas próximas semanas.

O preço médio do galão custa US$ 2.51, ou seja, 4 centavos a mais que na semana anterior, segundo o Associação dos Automóveis da América (AAA). Nesse mesmo período em 2018, o preço da gasolina era US$ 2.58 o galão. O preço do combustível em New Jersey já está um pouco acima da média nacional que é US$ 2.47.

Os analistas calculam que o preço da gasolina continue a aumentar nas próximas semanas no Estado Jardim e em todo o país. O aumento é devido a demanda crescente, queda nos estoques e a mudança nacional para a gasolina aditivada de verão em 1 de maio.

No final de maio de 2018, o Senador Chuck Schumer criticou o Presidente Donald Trump pela disparada no preço do combustível. Ele culpou a decisão do dirigente do país de reinstaurar sanções econômicas contra o Irã o que, consequentemente, ofuscaria os benefícios aos contribuintes da reforma fiscal aprovada pelo Partido Republicano (GOP).

“O preço da gasolina anulará o incentivo fiscal ao consumo de 2018”, disse Schumer num posto de combustíveis da Exxon no Capitólio, na ocasião. “”Isso é certo, qualquer benefício mínimo que as famílias trabalhadoras possam ter do esquema fiscal do Trump para os ricos foi anulado pelo preço da gasolina que o Presidente Trump é responsável”, acrescentou o Senador.

Em 2018, Schumer alegou que a decisão de Trump em maio de reinstaurar as sanções econômicas contra o Irã abalou o mercado do petróleo, causando a disparada nos preços. O AAA previu que no verão do ano passado os americanos pagariam preços mais altos nas bombas de combustível, desde 2014.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend