Presa motorista que pôs decalque “F… Trump” em caminhonete

Foto12 Karen Fonseca 1024x832 Presa motorista que pôs decalque “F... Trump” em caminhonete
Karen Fonseca foi detida em virtude de um mandado de prisão emitido em agosto
Foto12 Caminhonete 1024x641 Presa motorista que pôs decalque “F... Trump” em caminhonete
A foto da caminhonete com a mensagem polêmica colada no vidro traseiro gerou polêmica

Karen Fonseca foi detida depois de colar a mensagem polêmica no vidro traseiro do veículo

Uma motorista texana, que expôs no vidro traseiro de sua caminhonete a frase “Fo..-se Trump e fo..m-se vocês que votaram nele”, foi presa pelas autoridades locais. Na quarta-feira (15), Karen Fonseca tornou-se o centro da polêmica gerada no Condado de Fort Bend, depois que o Xerife Troy Nehls postou online a foto do veículo o que gerou inúmeras ligações telefônicas.

A postagem do Xerife tornou-se viral em parte porque ele alegou que Fonseca poderia ser presa por desordem pública, o que foi criticado pelos simpatizantes da Primeira Emenda Constitucional que frisaram o fato de a Corte Suprema ter considerado explicitamente os palavrões como forma de liberdade de fala, exceto em casos que incitem a violência. A postagem não identificava a motorista, mas pedia informações que levassem ao paradeiro dela.

Fonseca, de 46 anos, revelou que ela e o marido, de livre e espontânea vontade, eram os donos da caminhonete. Ela concedeu diversas entrevistas a veículos de comunicação nas quais defendeu a decisão do casal de ofender os outros motoristas.

Apesar de nenhuma ação judicial ter sido apresentada com relação ao polêmico decalque, Karen foi detida na quinta-feira (16) devido a um mandado de prisão emitido em agosto.

“Eu tenho quase certeza que tem a ver com isso”, disse Fonseca ao canal de TV KHOU, que frisou que o mandado de prisão era decorrente de uma acusação de fraude não especificada na cidade de Rosenberg (TX).

Fonseca detalhou que não tinha a mínima ideia sobre esse mandado de prisão e que ela pesquisou seus antecedentes criminais recentemente e o histórico estava limpo.

Nehls deletou a postagem no Facebook relacionada ao decalque depois que ela atraiu atenção nacional e a Promotoria Pública local informar que não tinha planos de iniciar uma ação legal contra o assunto.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend