Protesto contra política migratória bloqueia desfile da Macy’s

Foto10 Desfile da Macys Protesto contra política migratória bloqueia desfile da Macy’s
Os manifestantes eram indocumentados que imigraram aos EUA ainda na infância, conhecidos como “Dreamers”

Quatro manifestantes sentaram em meio ao cruzamento da Central Park West e 70th St.

Na quinta-feira (23), quatro pessoas que protestavam contra a política migratória do Presidente Donald Trump bloquearam rapidamente o tradicional desfile da loja Macy’s no feriado de Thanksgiving, em Manhattan (NY). Os manifestantes eram indocumentados que imigraram aos EUA ainda na infância, conhecidos como “Dreamers”, informou o Seed Project.

Em setembro, Trump ordenou o cancelamento do “Deferred Action for Childhood Arrivals” (DACA) e em outubro o Procurador Geral Jeff Sessions anunciou o cancelamento do programa em março de 2018. O Congresso avalia a votação de um projeto de lei bipartidário que beneficie os jovens indocumentados.

“Nós queremos proteção permanente para os jovens indocumentados e mais foco no fato de que todos os jovens indocumentados estão sofrendo, não importando se eles têm o DACA ou não”, disse Piash Ahamed, de 26 anos, estudante universitário de Woodbridge.

Os manifestantes, trajando camisetas vermelhas, sentaram no meio do cruzamento da  Central Park West e 70th St. e foram rapidamente dispersados pela polícia. Eles não foram presos, disse o porta-voz Roberto Juarez. Barbara Hernandez, de 25 anos, professora infantil veio da Califórnia para participar.

“Eu estava com medo de ser presa, tinha medo de perder o meu emprego”, disse ela. “Entretanto, uma vez lá, eu me senti poderosa, tendo eles comigo, sabendo que não era somente para mim, era para todos, não somente os Dreamers, mas todos os 11 milhões”.

O professor de ioga em Ditmas Park, Hector Martinez, relatou que o objetivo da manifestação era chamar a atenção para os imigrantes jovens e esperançosos. “Nós estamos tentando lembrar as pessoas que elas são aquelas que dão forma à democracia e as vozes delas é que formam o que é o futuro”.

“Hoje foi vitorioso, pois pudemos lembrar à comunidade imigrante que eles (indocumentados) não devem viver com medo. Quando vocês trabalham juntos, vocês podem mudar as formas com que as coisas são”, concluiu ele.

Ahamed adiantou que planeja protestar em Washington em dezembro. “Nós queremos pressionar os legisladores e o público e garantir que nós não estamos nos perdendo nesse pesadelo político”, disse o jovem. “Mós queremos ter a certeza de que nossas vozes sejam ouvidas”.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend