Senador de Staten Island propõe lei que veta verba para cidades-santuário

Foto21 Dan Donovan Senador de Staten Island propõe lei que veta verba para cidades santuário
Donovan acredita que a proposta dele oferece uma alternativa legal à decisão de uma Corte Federal na Califórnia

A proposta do congressista de Nova York não suspenderia a liberação de verba ao Departamento de Polícia (NYPD)

Um congressista republicano de Staten Island (NY) propôs um projeto de lei que corta a verba das cidades-santuário, entretanto, não inclui o Departamento de Polícia de Nova York (NYPD). O Deputado Dan Donovan (R-S.I.), ex-promotor público do distrito, planeja apresentar o projeto essa semana que suspenderia a passagem de verba para cidades-santuário como Nova York. Ele disse que sempre se opôs às políticas santuário, mas que não poderia apoiar o corte de verba federal para NYPD devido o combate ao terrorismo e segurança nacional.

“A maior responsabilidade do nosso governo é proteger a população americana e as políticas da cidade-santuário nos impede de cumprir essa obrigação”, disse o Deputado através de um comunicado. “Faz sentido que aqueles que não estão dispostos a cooperar com as autoridades federais não sejam elegíveis para receber certas verbas federais. A mensagem que a proposta envia é clara: Nenhuma pessoa, estado ou localidade está acima da lei”.

Conforme o projeto de lei, as cidades que se recusarem a acatar os pedidos de detenção das autoridades migratórias, seriam penalizadas não fazendo parte do “State Criminal Alien Assistance Program”, o qual reembolsa os salários pagos aos funcionários de penitenciárias que trabalham com estrangeiros indocumentados que cometeram crimes. Em 2016, as autoridades federais liberaram US$ 188 milhões no programa, incluindo US$ 30 milhões ao estado de Nova York e US$ 10.5 milhões a New York City, segundo o escritório de Donovan.

O congressista apresentará a proposta ao mesmo tempo em que disputa a reeleição com o ex-deputado Michael Grimm, que acusa Donovan de não ser duro o suficiente com relação à imigração . Grimm considerou o projeto de lei um show para esconder o “passado liberal” do oponente. “O Dan está desesperado e agora deixa claro que fará e dirá qualquer coisa numa tentativa patética de enganar os eleitores”, disse ele.

Entretanto, Donovan acredita que a proposta dele oferece uma alternativa legal à decisão de uma Corte Federal na Califórnia, em abril, de que o Departamento de Justiça (DOJ) não pode exigir que a polícia local ajude os agentes de imigração para assim receberem verbas.

A administração Trump tem tentado suspender a verba destinada à polícia, incluindo a Edward Byrne Memorial Justice, batizada em homenagem a um policial assassinado no cumprimento do trabalho em 1988. Donovan acredita que afetando o programa de verba dos carcerários seja mais apropriado, uma vez que lida diretamente com os custos dos centros de detenção de imigrantes.

O prefeito democrata Bill de Blasio criticou as tentativas da administração Trump de cortar as verbas do NYPD e prometeu brigar na justiça se o Presidente suspender a verba de combate ao terrorismo. Em janeiro, Blasio não compareceu a um encontro agendado com Trump na Casa Branca, com outros prefeitos, depois que o Presidente anunciou que combateria as cidades-santuário. Na ocasião, Trump acusou os prefeitos que boicotaram o encontro de colocarem “a necessidade de estrangeiros ilegais e criminosos à frente dos americanos que obedecem as leis”.

 

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend