Senadores votarão em carteira de motorista para indocumentados em NH

Foto16 Casey Conley Senadores votarão em carteira de motorista para indocumentados em NH
“Pessoas indocumentadas que vivem em nosso estado muitas vezes chegaram jovens e não tiveram escolha”, defendeu Conley

A votação ocorrerá na terça-feira (23), a 1 e meia da tarde, no prédio do Legislativo

Na terça-feira (23), o Senado em New Hampshire votará no projeto de lei que permite a emissão da carteira de motorista, independente do status migratório, aos residentes no estado. A votação ocorrerá às 1 e meia da tarde, no prédio do Legislativo. O Deputado Manuel (Manny) Espítia encorajou todos os interessados se mobilizarem e divulgar a informação para que muitas pessoas possam estar presentes nesta data.

Em 20 de março, a Câmara dos Deputados em New Hampshire aprovou o projeto de lei que permite aos residentes no estado que não possuem o número do Seguro Social obtenham a carteira de motorista. Os apoiadores da proposta alegam que os indocumentados que vivem no estado deveriam ter o direito de dirigir ao local de trabalho e transportar parentes sem burlar a lei. Eles argumentam que muitos estrangeiros já estão dirigindo sem o documento, portanto, a proposta tornaria as estradas mais seguras.

“Pessoas indocumentadas que vivem em nosso estado muitas vezes chegaram jovens e não tiveram escolha”, disse o Deputado Casey Conley (D-Dover), em apoio ao projeto de lei.

Eden Suoth compareceu à reunião pública sobre a proposta no início de março. Ele atua numa ONG que defende os interesses da comunidade indonésia em New Hampshire. Ele disse que a carteira de motorista é um assunto importante no círculo que frequenta.

“Elas (carteiras de motorista) possuem consequências reais em nossa comunidade, seja na saúde devido à ansiedade para dirigir todos os dias e material por não ser possível prover para suas famílias e participar no mercado de trabalho”, disse Eden.

Porem nem todos os legisladores apoiam a proposta. Antes da votação de quarta-feira, o Deputado Sherman Packard (R-Londonderry) disse que a lei equivaleria à uma premiação às pessoas que burlaram a lei. “Essas pessoas burlaram as leis federais ao entrar no país ilegalmente ou não respeitando o prazo dos vistos”, comentou Packard.

O Departamento de Veículos Automotores (DMV) de New Hampshire informou que se opõe veemente ao projeto de lei. “A implantação da proposta aumentaria a possibilidade de atividades fraudulentas no diz respeito aos documentos de identificação e a documentação relacionada à prova de residência em New Hampshire”, disse o porta-voz do DMV através de um e-mail.

Vários estados, incluindo Connecticut e Vermont, adotaram propostas similares.

O projeto de lei foi aprovado na Câmara dos Deputados, com a maioria dos legisladores democratas a favor. A proposta agora será levada ao Senado Estadual para votação, na terça-feira (23).

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend