Sessions critica Califórnia por não colaborar com o ICE

Foto10 Jeff Sessions Sessions critica Califórnia por não colaborar com o ICE
“Por que temos agentes do ICE? Eles simplesmente ficarão sentados em seus escritórios e não farão nada?” Questionou Jeff Session

O Procurador de Justiça considerou a postura do estado mais populoso dos EUA similar às “fronteiras abertas”

Na quarta-feira (7), o Procurador de Justiça Jeff Sessions disse ao canal de TV Fox News que a Califórnia “não tem o direito” de bloquear as batidas migratórias e prometeu que o estado  mais populoso dos EUA não impeça os cumprimentos das leis migratórias. Ele considerou “radical” a postura do estado e alertou outras jurisdições que se denominam “santuário” que “as leis federais determinam a política migratória” e não os estados.

Sessions disse a Shannon Bream, apresentador do programa Fox News @ Night que ele não está feliz com os comentários feitos pela líder da minoria na Câmara dos Deputados, Nancy Pelosi (D-CA), que na quarta-feira (7) disse que as batidas migratórias ocorridas na Califórnia na semana passada foram “injustas e cruéis”.

“Por que temos agentes do ICE? Eles simplesmente ficarão sentados em seus escritórios e não farão nada?” Questionou Jeff.

Agentes do ICE prenderam mais de 150 pessoas na Califórnia poucos dias depois que prefeita de Oakland alertou com antecedência das batidas realizadas no final de semana no fim de fevereiro. Libby Schaaf alertou os residentes que “fontes seguras” a informaram que as batidas eram iminentes, considerando “dever e obrigação moral dela” alertar as famílias.

Legisladores na Califórnia, desde o Governador Jerry Brown aos prefeitos tem resistido o combate à imigração clandestina da parte da administração Trump. Eles alegam que as batidas resultam na prisão de pessoas que respeitam as leis e despedaçam famílias que incluem cidadãos americanos natos.

“Nós queremos um relacionamento bom e saudável com a Califórnia, mas a lei federal determina a política migratória”, alegou Sessions. “O estado da Califórnia não está autorizado a bloquear essas atividades (batidas). Alguém tem que se levantar e dizer: não, vocês foram longe demais, vocês não podem fazer isso, isso não é razoável. Isso é radical, de verdade”.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend