Trump considera “falsas” pesquisas que indicam liderança de democratas

Foto23 Donald Trump Trump considera “falsas” pesquisas que indicam liderança de democratas
Uma pesquisa encomendada pela equipe de campanha de Trump vazou e revelou que os candidatos democratas lideram o atual líder do país na preferência popular

Caso as eleições presidenciais fossem agora, Joe Biden, Elizabeth Warren, Kamala Harris e Pete Buttigieg venceriam Trump

Na segunda-feira (17), o Presidente Donald Trump desconsiderou as pesquisas de opinião que revelam a liderança dos candidatos presidenciais democratas antes das eleições de 2020.

“Somente pesquisas falsas nos mostram atrás daquela turma engraçada. Nós estamos muito bem, mas ainda é cedo demais para focalizar nisso”, postou ele no Twitter. “Muito trabalho para ser feito! Tornar a América grande novamente!”

A reação de Trump às pesquisas ocorreu depois que uma pesquisa de opinião realizada pelo canal de TV Fox revelou que 5 candidatos democratas estão à frente dele. Além disso, há rumores que a equipe da campanha de reeleição dele corte laços com alguns órgãos de pesquisa depois que pesquisas internas revelaram que o Presidente está atrás em estados decisivos.

A pesquisa da Fox News, divulgada no domingo (16), revelou que, caso as eleições presidenciais fossem agora, o antigo Vice-Presidente Joe Biden, a Senadora Elizabeth Warren, a Senadora Kamala Harris e o Prefeito Pete Buttigieg venceriam Trump.

Biden, o líder na disputa democrática, venceria Trump por 49% contra 39%.

Ainda no domingo (16), o canal NBC News divulgou que a equipe de campanha de Trump estava se afastando de um número de órgãos de pesquisa depois que várias delas revelaram Biden liderando o Presidente em Wisconsin, Pensilvânia, Flórida e Michigan, estados que são fundamentais na tentativa de reeleição dele.

As pesquisas, vazadas para as agências de notícias na semana passada, também reverlou que Trump tem problemas em Iowa, Carolina do Norte, Geórgia, Maine e Ohio. Na terça-feira (18), ele dará início à sua campanha de reeleição 2020 com o comício “Torne a América Grande Novamente” em Orlando (FL).

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend