Trump ignora que “Professora do Ano” ensina imigrantes e refugiados

Foto9 Mandy Manning Trump ignora que “Professora do Ano” ensina imigrantes e refugiados
Mandy Manning é professora na Joel E. Ferris High School em Spokane (Wash.)

Mandy Manning leciona inglês e matemática aos imigrantes recém-chegados e refugiados no Newcomer Center, em Washington

Na quarta-feira (2), o Presidente Donald Trump não reconheceu o comprometimento de uma educadora em Washington em ensinar imigrantes e refugiados quando a homenageava com o prêmio “Professor Nacional do Ano”.

“A devoção incrível dela fez com que ela conquistasse a adoração, adoração total, de fato, e respeito dos estudantes e colegas em todo o distrito escolar, comunidade e o estado inteiro”, disse Trump quando entregava à Mandy Manning o troféu em forma de maçã, professora na Joel E. Ferris High School em Spokane (Wash.).

Trump não reconheceu que Manning ensina inglês e matemática aos imigrantes recém-chegados e refugiados no Newcomer Center da escola. Em muitos casos, a professora é a primeira educadora que seus alunos já tiveram, segundo o website da escola. A omissão do Presidente é ainda mais bizarra levando em consideração a postura austera dele com relação à imigração e as tentativas constantes de construir um muro ao longo de toda a fronteira com o México patrocinado com o dinheiro dos contribuintes.

Manning não proferiu um discurso de aceitação, entretanto, os botões decorativos adornando o vestido dela enviaram a mensagem. Um deles com o logo da “Women’s March”, um protesto massivo ocorrido em Washington-DC, que ocorreu no dia seguinte depois da cerimônia de posse de Trump. Outro botão declarava “Igualdade Trans Agora”.

Durante entrevista no canal de TV CBS, Manning relatou que as histórias de vida dos imigrantes e refugiados dela são “vitalmente importantes”.

“Especialmente, neste momento”, acrescentou a professora.

 

Related posts

Comentários

Send this to a friend